PUBLICIDADE

Elas falam cenas de filmes, fetiches e erotismo que rolam a dois

Saiba o que elas imaginam nos momentos íntimos e descubra como dar um gás na vida sexual com a parceira

5 abr 2013 07h39
| atualizado às 07h48
ver comentários
Publicidade

Por que as revistas eróticas e filmes pornôs costumam fazer mais sucesso entre os homens? Eles são mais práticos do que elas, e geralmente usam mais imagem do que a imaginação. Já com o público feminino, o pensamento pode ir longe e o momento entre quatro paredes se tornar a cena de um filme romântico ou de ação. “Eu gosto de imaginar uma cena do filme Sr. e Sra. Smith. É uma em que eles brigam, mas no ápice da situação, largam as armas e se beijam”, contou a assistente de link building Kelly Gardini, em entrevista ao Terra.

<p>Cenas de filmes inspiram as entrevistadas </p>
Cenas de filmes inspiram as entrevistadas
Foto: Getty Images

“É claro que eu não vou apontar uma arma para o meu namorado só pelo fetiche do filme, mas gosto de uma briguinha falsa para ele ter motivos para usar um pouco mais de força comigo”, completou. “Na maioria das mulheres, o que conta é o sentimento e não importa o visual. Os homens se excitam com o visual, só a imagem basta”, disse a vendedora e dona do blog CosmetcSexy Sirlene Matesco. Segundo ela, se apegar ao romance e imaginar uma boa história de amor são pontos estimulantes. 

Criar todo o ambiente de fantasia pode parecer pura chatice e enrolação para o público masculino, já que o objetivo final, o coito, é adiado. No entanto, a experiência fora da rotina pode valer à pena e proporcionar ainda mais satisfação. Os contos de sedução, sadomasoquismo, sexo e prazer vividos pelos personagens Anastasia Steele e Christian Grey no livro 50 Tons de Cinza, por exemplo, se tornaram fetiche para Sirlene: “instiga muita curiosidade”. E é provável que sexo selvagem não esteja na lista de restrições da maioria dos homens.

A estudante de gestão de Moda Karina Oliveira, já viveu uma experiência em que a imaginação correu solta: “me fantasiei, foi incrível, ficamos à flor da pele e já está na minha listinha do que quero fazer novamente”. “O erotismo está na imaginação e, sem isso, o sexo fica muito automático. As mulheres são mais sensíveis e emocionais e precisam criar um contexto de envolvimento para se excitar e chegar ao orgasmo”, declarou Kelly. 

Fantasias sem script
Nos momentos a dois, não haverá um diretor para corrigir cenas e interpretações, tudo é livre. As entrevistadas pelo Terra disseram que o objetivo não é se prender a um estigma ou personagem, mas deixar a imaginação conduzir o sexo. Sirlene contou que fazer as próprias cenas é ótimo. “Queremos sair daquela rotina, sabe? Mostrar que somos ousadas!”, explicou Karina. 

<p>Strip-tease já vale como uma fantasia, segundo elas</p>
Strip-tease já vale como uma fantasia, segundo elas
Foto: Getty Images

Striptease, posições novas, fantasias eróticas e lugares inusitados podem compor um cenário diferente e dar gás para a vida sexual do casal, de acordo com as entrevistadas. A imaginação da mulher começa a trabalhar já nos planos de sair com o parceiro. “Se vai ser bom, cenas que podem acontecer, tomamos aquele banho com direito a hidratante e perfume, escolhemos lingerie para impressionar, pensamos na roupa, maquiagem, cabelo e na mensagem que queremos passar”, enumerou Sirlene. 

<p>Ter relações sexuais em lugares inusitados é um fetiche</p>
Ter relações sexuais em lugares inusitados é um fetiche
Foto: Getty Images
Homem erótico
A preparação para uma noite de prazer não deve partir apenas do sexo feminino. Segundo elas, eles também devem entrar na trama. Após fazer striptease para o parceiro, Sirlene combinou que na próxima vez ela será a expectadora: “já tenho a fantasia dele comprada, do Zorro”. “Um bombeiro me tira o fôlego. Pretendo colocar em prática essa fantasia”, comentou Karina.

Segundo Sirlene, se ela gosta de histórias e ele nem tanto, “acho que os dois podem criar juntos a sua própria, com personagens próprios. O homem que não aceita, não sabe o que perde, quando queremos ser criativas e temos estímulo para soltar a nossa imaginação, eles são os mais beneficiados”. 

<p>Segundo elas, os homens também devem participar da trama</p>
Segundo elas, os homens também devem participar da trama
Foto: Getty Images

Um bom motivo para pensar na ideia? “Enquanto o homem fica excitado só pela roupa que a mulher está usando, ela precisa imaginar todo o erotismo e desenvolver aquela ideia para se sentir confortável e segura na hora do sexo. A imaginação é o caminho usado para que a mulher esteja no mesmo nível de excitação do homem na hora H”, disse Kelly.

“No sexo, é importante não ter vergonha e se sentir confortável para dizer o que gosta e como gosta. É compartilhar, às vezes a gente acaba fazendo coisas que nem curte tanto para ver o prazer estampado na cara do outro”, completou Laís. Claro que as mulheres não acham que toda transa deve ser um show. “Às vezes você transa por transar, sem imaginar muita coisa”, concluiu Kelly. 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade