2 eventos ao vivo

Dez sinais indicam gravidez; conheça-os

27 jul 2012
09h22

"Gravidez não é doença", diz o ditado, mas traz consigo uma série de sintomas. Toda a mobilização que o corpo da mulher faz para manter o bebê gera alterações físicas. Esses sinais podem ser uma boa pista para quem não sabe está grávida ou não.

"Gravidez não é doença", diz o ditado, mas traz consigo uma série de sintomas. Toda a mobilização que o corpo da mulher faz para manter o bebê gera alterações físicas
"Gravidez não é doença", diz o ditado, mas traz consigo uma série de sintomas. Toda a mobilização que o corpo da mulher faz para manter o bebê gera alterações físicas
Foto: Dreamstime / Terra



Para ajudar as mulheres que estão na dúvida, e ainda não decidiram fazer o exame de sangue ou o teste da farmácia, o

Terra

conversou com Eduardo Cordioli, coordenador médico da Maternidade do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo. O médico listou dez sinais que indicam que a mulher está esperando um bebê.



1. Atraso menstrual

O primeiro de todos os sinais é o atraso menstrual. "Com um dia de atraso menstrual, a mulher já pode fazer um teste de farmácia ou o exame de sangue. Se ela quiser esperar para ter mais segurança no resultado, com 15 dias de atraso menstrual, ela já pode procurar um ginecologista, que vai detectar a gestação por meio de uma ultrassonografia", explica Eduardo.



2. Dores nas mamas

Junto do atraso menstrual, vêm as dores na região das mamas. De acordo com o médico, a mulher tem que ficar atenta a esse sinal, pois as dores causadas pela gestação são mais fortes do que o incômodo que normalmente é sentido dias antes e durante a menstruação.



3. Enjoo

O enjoo normalmente chega a partir da quarta semana de gestação e é um dos sinais clássicos. Com esse sintoma, a mulher já pode se preocupar em fazer um teste de farmácia e marcar uma consulta com o ginecologista, pois, provavelmente, está completando um mês de gravidez.



4. Alterações nos hábitos alimentares

É no primeiro mês da gestação que se iniciam as mudanças nos hábitos alimentares. Segundo Eduardo, cada mulher vive essa alteração de um modo. "Tem mulher que come muito, outras não querem comer, algumas sentem vontade de comer terra, por exemplo. É uma mudança brusca que varia de mulher para mulher", afirma.



5. Sonolência

Sim, mulher grávida sente mais sono. O médico explica que isso acontece porque as gestantes têm diminuído o sono REM (do inglês,

rapid eye movement

, ou movimento rápido dos olhos), estágio do sono que é considerado restaurador. Esse sintoma começa aparecer no segundo mês de gravidez.



6. Alterações de humor

Gravidez é sinônimo de explosão de hormônios, o que altera o humor das gestantes. Por isso, é comum que nesse período a mulher sinta-se mais sensível e, de uma hora para outra, mais irritada. As mudanças de humor acontecem desde o primeiro mês da gestação.



7. Tontura e fraqueza

Depois do primeiro mês de gestação, é normal que a mulher tenha momentos de tontura e fraqueza. Esse é mais um sinal que pode indicar uma gravidez.



8. Alteração da libido

A partir da oitava semana de gestação, a mulher vai sentir uma mudança no seu desejo sexual. Eduardo afirma que, assim como as alterações alimentares, o apetite sexual muda de maneira diferente em cada mulher. Algumas podem ter um aumento da libido e outras, diminuição.



9. Frequência urinária

Mulheres grávidas sentem muita vontade de urinar desde o primeiro mês de gestação. Esse sintoma aparece aos poucos, conforme o crescimento do útero que vai pressionando a bexiga.



10. Palpitações

É comum que gestantes sintam palpitações. Elas são leves, mas também são um indício de que a mulher pode estar esperando um bebê.



Busca um especialista em Fertilidade? Clique aqui e confira a lista dos profissionais



Fonte: Cross Content

compartilhe

publicidade
publicidade