PUBLICIDADE

7 benefícios de começar uma dieta vegetariana ou vegana

Optar por este tipo de alimentação traz uma série de benefícios para a saúde e o meio ambiente

15 mar 2023 - 15h21
(atualizado em 16/3/2023 às 12h10)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Amazon / Montagem/Divulgação / Boa Forma

As dietas vegetarianas e veganas estão em alta. Na verdade, fala-se cada vez mais sobre os impactos de diminuir o consumo de alimentos de origem animal não só na saúde como no meio ambiente – afinal, a crise climática se torna cada vez mais urgente, certo? 

Mas, antes de pensarmos sobre o impacto do consumo de carne no ecossistema, é importante lembrar que uma alimentação vegetariana ou vegana tem uma série de vantagens e, hoje em dia, é mais fácil de seguir do que se imagina. 

Se você está se perguntando sobre a vitamina B12, uma polêmica entre aqueles que não comem carne, a verdade é que a suplementação adequada (e não só desse tipo de vitamina) pode ser necessária para qualquer pessoa em diferentes fases da vida. Por isso, contar com o acompanhamento de um nutricionista ou nutrólogo é essencial, principalmente nos primeiros meses de mudança alimentar. 

No mais, vamos olhar de perto para as principais vantagens de seguir uma alimentação vegana ou vegetariana. 

Redução de risco de doenças crônicas

Muitos estudos mostram que pessoas vegetarianas ou veganas correm menos riscos de desenvolver doenças crônicas (como o diabetes ou doenças cardíacas) por conta do seu estilo de vida. 

Perda de peso

É comum que os vegetarianos e veganos passem por um período de perda de peso depois de retirar as carnes da alimentação. Os motivos por trás disso são inúmeros, mas um dos principais é o aumento da ingestão de fibras por conta da alimentação estritamente vegetal, que melhora a digestão e o funcionamento do intestino, e a diminuição de gordura na alimentação, afinal, as carnes são, sim, alimentos bastante ricos em gorduras.

Melhora da digestão

Você sabia que a carne vermelha pode levar até 72 horas para ser completamente digerida? Isso explica o inchaço que muitas pessoas sentem depois de um churrasco, por exemplo. Além disso, como os legumes, verduras e frutas são mais ricos em fibras do que as carnes, uma alimentação vegetariana ou vegana pode melhorar e muito a digestão, melhorando quadros de constipação, inchaço e outros problemas digestivos.    

Mais energia

É claro que tudo vai depender da qualidade dos alimentos que você coloca na sua dieta vegetariana, porém, o foco em alimentos in natura, como frutas e legumes, colabora para um corpo mais energizado. 

Economia financeira

Infelizmente, o preço das carnes é sempre muito afetado pela inflação – e consumir esses alimentos diariamente têm sido cada vez mais complicado. É óbvio que essa não é uma justificativa para optar por uma alimentação vegetariana, porém, alimentos naturais (principalmente os de produção local e da estação) costumam ser mais em conta, o que pode ser ótimo para o orçamento. 

Benefícios ambientais

Não poderíamos deixar de citar os efeitos da dieta vegetariana e vegana no meio ambiente. Um levantamento feito em 2018 pela Sociedade Brasileira de Vegetarianismo mostrou que, em um ano, aqueles que deixaram de comer carne pelo menos uma vez na semana colaboraram para a preservação de 500 hectares de vegetação, economizaram 5 milhões de litros de água e reduziram a liberação de 1,5 milhão de quilos de gases de efeito estufa. Impressionante, não?!

Consciência alimentar

Quando você tira as carnes do cardápio, o seu nível de atenção em relação ao que você come vai mudar. Afinal, você precisa fazer escolhas diferentes para garantir a quantidade de nutrientes adequada para uma vida saudável. Ou seja, mais consciência alimentar e, por consequência, uma dieta naturalmente mais saudável. 

Boa Forma
Compartilhar
Publicidade
Publicidade