PUBLICIDADE

Páscoa: chocolate traz benefícios à saúde! Saiba como escolher

Dá para aproveitar a Páscoa sem deixar a saúde de lado. Saiba qual chocolate escolher nas prateleiras e quais seus benefícios

5 abr 2023 - 13h02
(atualizado às 22h25)
Compartilhar
Exibir comentários

O

Páscoa: chocolate traz benefícios à saúde! Saiba como escolher -
Páscoa: chocolate traz benefícios à saúde! Saiba como escolher -
Foto: Shutterstock / Saúde em Dia

, mas seu consumo aumenta exponencialmente na época da Páscoa. Marca do feriado, o alimento também é muitas vezes considerado um vilão da dieta. No entanto, ele traz diversos diversos benefícios à saúde, devido a substâncias encontradas em sua composição. 

Benefícios do chocolate

Diferentes estudos já mostraram que o doce ajuda a manter os vasos sanguíneos do coração saudáveis. A médica psiquiatra Dra. Jéssica Martani, especialista em comportamento humano e saúde mental explica que algumas delas, como flavonoides, metilxantinas, polifenóis e ácidos esteáricos, são antioxidantes que ajudam a reduzir a inflamação, melhorar o fluxo sanguíneo e aumentar o humor e a concentração.

O consumo de cacau ainda está associado à menor mortalidade cardiovascular e de mortes por qualquer causa. "O chocolate amargo através dos polifenóis, poderosos antioxidantes, no cacau ajudam a evitar que a placas de gordura ocluam os vasos sanguíneos, inibindo a oxidação do LDL( o colesterol ruim) e por isso ainda ajuda a prevenir AVC e doenças cardiovasculares", afirma Jéssica. A especialista lista mais benefícios para a saúde:

  • Melhora a circulação sanguínea;
  • Auxilia no colesterol bom;
  • Ajuda na redução do apetite e aumento do metabolismo;
  • Proporciona uma grande sensação de bem-estar;
  • Contribui para a saúde cerebral, reduzindo danos de AVC;
  • Reduz estresse e alivia dores;
  • Possui ação anti-inflamatória;
  • Ajuda na produção de serotonina (um neurotransmissor responsável pela sensação de prazer);
  • Tem alta concentração de triptofano, teobromina, feniletilamina, fenilalanina e tirosina, que reforçam o bem-estar.

No entanto, vale destacar que é preciso se atentar às quantidades consumidas. "O limite de consumo é de 30 gramas por dia, que equivale a uma barra pequena e a 530 calorias. E ainda assim a aposta deve ser chocolates com alto teor de cacau, ou seja, os chocolates amargos, que possuem maior quantidade de nutrientes na fórmula", alerta.

Como escolher

Segundo a nutricionista Mariana Venturini, o chocolate pode fazer parte de praticamente qualquer dieta, exceto em casos de alergia ou sensibilidade alimentar. "Mas, para termos esse alimento no nosso dia a dia, precisamos saber escolher. Porque, para ele ser saudável, a qualidade do mesmo importa, principalmente porque todo valor atribuído ao chocolate vem do cacau", explica.

Mariana enumerou 4 fatores essenciais para observarmos ao escolher o chocolate certo:

1. O chocolate mais saudável é aquele que tem mais cacau. Portanto, o cacau como o primeiro ingrediente é um fator importante a se observar no rótulo.

2. O segundo fator importante é verificar se tem gordura vegetal adicionada, que é uma gordura de qualidade ruim e nociva e que já coloca o chocolate como de qualidade inferior.

3. Depois de se atentar nesses dois, verifique o açúcar: quanto menos, melhor.

"Normalmente o açúcar vem no segundo ou terceiro ingrediente, e está tudo bem. Isso não muda o fato de ser uma opção mais saudável, porque o teor de cacau continua alto e o alimento como um todo é melhor nutricionalmente do que a maioria do mercado", alerta.

4. Além disso, é muito comum o uso de emulsificantes e aromatizantes. O ideal é buscar as opções mais naturais, com menos ingredientes e sem esses aditivos.

Diferentes tipos de chocolate

Além de apontar os aspectos que devem ser considerados ao escolher um chocolate nesta Páscoa, a nutricionista explica também os diferentes tipos do produto. Confira:

  • O chocolate amargo contém a maior porcentagem de cacau e é acrescido de manteiga de cacau e um pouco de açúcar. É o tipo mais saudável, como já descrito;
  • O chocolate ao leite tem uma porcentagem menor de cacau e é acrescido de leite, manteiga de cacau e açúcar (que é geralmente o primeiro ingrediente e, por isso, o que tem em maior quantidade nesse tipo de chocolate);
  • Já o chocolate branco é feito à base de açúcar, manteiga de cacau e leite.

Para a nutricionista, em termos de calorias, os tipos não são muito diferentes; o que realmente muda é o valor nutricional atribuído.

"Já sabemos que o mais rico em cacau tem benefícios à saúde e que os outros têm ingredientes que, em excesso, podem ser danosos. Sendo assim, nada nos impede de apreciar todos os sabores, inclusive numa data que só acontece uma vez no ano, que é a Páscoa. O que precisamos ter todos os dias do ano é bom-senso e moderação no consumo. E, claro, manter um estilo de vida saudável como princípio básico", finaliza.

Saúde em Dia
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade