PUBLICIDADE
AO VIVO
Refugiada fala sobre os desafios para recomeçar no Brasil

Por que não se deve comentar sobre a aparência das pessoas? Psicóloga explica

Episódios como o que aconteceu com a cantora Lady Gaga apenas ilustram o comportamento de a maioria querer comentar sobre tudo o que pensam

7 jun 2024 - 16h03
(atualizado às 16h13)
Compartilhar
Exibir comentários
O que fazer em vez de comentar sobre a aparência das pessoas? Confira algumas dicas
O que fazer em vez de comentar sobre a aparência das pessoas? Confira algumas dicas
Foto: Freepix/wayhomestudio / Bons Fluidos

Nesta geração das redes sociais, as pessoas decidem comentar sobre a aparência das pessoas e podem acabar esquecendo que há outra ali do outro lado da tela lendo tudo, e, consequentemente, sendo afetada. Acredite, até mesmo as famosas. Recentemente, a cantora Lady Gaga passou por um momento parecido. Em fotos que saíram do casamento da sua irmã, as pessoas começaram a perguntar se ela estava esperando por um filho. Em resposta, publicou um vídeo afirmando que não havia engravidado.

@ladygagaregister to vote or check if you're registered EASILY at www.headcount.org ♬ I AM THE AESTHETIC _yaesthetician - yas 💚🌻🍭🫧

Taylor Swift, que também já foi - e continua sendo - alvo de julgamentos sobre seu corpo e, por isso, já teve transtornos alimentares, decidiu defender a voz de 'Applause'"Será que podemos concordar que é invasivo e irresponsável comentar a respeito do corpo de uma mulher? A Gaga e mulher alguma não devem explicação à ninguém", enfatizou.

@officialkaidenhsha taylor swift talking about her eating disorder. #taylorswift #missamericanadocumentary #swifttok #swiftie #taylorsversion #edit #officialkaidenhsha #fyp ♬ original sound - kaiden hsha (midnight 'era) - kaidentooswift⸆⸉

Claro que essa não foi a primeira, e muito menos será a última vez que isso acontecerá com pessoas que estão expostas na Internet. E, se essas que estão acostumadas aos holofotes se sentem assim, imagina quem não está? Por isso, conversamos com a psicóloga especializada em transtornos alimentares, Valeska Bassan, que deu dicas de como reagir quando bater aquela vontade de expressar os pensamentos sobre o corpo de outra pessoa.

Trocar uma pela outra

Muitas vezes, comentários como "você precisa fazer dieta", "precisa perder peso para ficar mais bonito(a)" e "já tentou fazer exercício?", vêm na melhor das boas intenções. Porém, eles podem atrapalhar muito e acabar chateando quem ouve.  "Muitas vezes, essas frases reforçam estereótipos prejudiciais e contribuem para a cultura da gordofobia. Em vez disso, devemos promover a aceitação e o respeito por todos os tipos de corpos, reconhecendo que a beleza e o valor de uma pessoa não estão ligados ao seu peso", opina.

Então o que falar para ser mais empata e gentil? Para ajudar de verdade, experimente utilizar essas palavras abaixo:

  • Como você está se sentindo? - "Essa pergunta abre espaço para que a pessoa compartilhe seus sentimentos e experiências sem julgamento".
  • Estou aqui para te apoiar no que precisar - "Oferece suporte incondicional e mostra que você está disponível para ajudar de maneira genuína".
  • O que posso fazer para te ajudar? - "Perguntar como você pode ser útil permite que a pessoa identifique suas necessidades e se sinta valorizada".
  • Você é importante para mim, independentemente do seu peso - "Reforça a ideia de que a pessoa é valorizada por quem ela é, e não por sua aparência física".
  • Vamos fazer algo divertido juntos? - "Sugerir atividades que não estejam relacionadas ao peso pode ajudar a construir uma relação mais saudável com o corpo e a mente".

Todas essas frases destacam que o foco tem que ser na promoção da saúde mental e emocional, tal como no fortalecimento da autoestima. "Em última análise, o objetivo deve ser promover uma visão equilibrada e saudável sobre o corpo e a alimentação, encorajando hábitos saudáveis sem reforçar padrões de beleza irreais ou prejudiciais", conclui.

Bons Fluidos
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade