9 eventos ao vivo

Pitbull morre após salvar donos da picada de cobra venenosa

Filhote lutou contra a serpente e foi atacado no lugar de crianças: 'Deu a própria vida para manter meus filhos seguros'

30 set 2019
14h17
atualizado às 15h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Zeus morreu aos oito meses de idade, convivia com outros cachorros e brincava com as crianças de sua casa quando a tragédia aconteceu.
Zeus morreu aos oito meses de idade, convivia com outros cachorros e brincava com as crianças de sua casa quando a tragédia aconteceu.
Foto: Facebook / Georgina Richardson / Estadão Conteúdo

Zeus, um pitbull de oito meses, morreu na manhã da última terça-feira, 24, após salvar seus donos de uma cobra coral no jardim de casa na Flórida, Estados Unidos. O filhote mordeu a cabeça da serpente venenosa, após ser picado quatro vezes por ela.

De acordo com Georgina Richardson, mãe das três crianças que seriam atacadas, Zeus ficou com a boca inchada, olhos arregalados e deitou sobre os restos mortais do animal peçonhento para, segundo ela, "garantir que ninguém mais se machucasse".

Rapidamente, a família levou o cão para um hospital veterinário, mas, após uma noite internado em estado grave, ele não resistiu.

"Zeus faleceu ao não aguentar o veneno. Estamos mais que tristes. Ele deu a própria vida para manter meus filhos seguros. Sou eternamente grato a ele", escreveu no Facebook. "Para aqueles que odeiam pitbulls, desfaçam a amizade comigo agora, porque o meu protegeu minha família", desabafou.

A americana defendeu ainda que Zeus se torne "embaixador dos pitbulls", pois é uma raça que "não merece a má publicidade que recebe".

O cãozinho morreu no mesmo dia do aniversário de dez anos de Oriley, filho de Georgina que, ao lado dos dois irmãos, convivia diariamente com o pet. "Hoje, começamos a data com uma tragédia, mas vamos tentar nos mexer e terminar o dia com um pouco de felicidade e bolo", disse ela.

A mulher criou uma vaquinha online para arcar com os custos da internação. Ela afirmou que uma dose anti veneno custa US$ 500 dólares (R$ 2 mil na cotação atual). A repercussão do caso foi tanta que Georgina já alcançou a meta de arrecadação em menos de uma semana. Veja abaixo os momentos compartilhados pela americana no Facebook:

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade