PUBLICIDADE

O poderoso significado da Lua nas emoções, psicológico e dia a dia

Aprenda o poder do significado da Lua e veja como sua vida pode melhorar ao ter conexão mais profunda com o astro no seu dia a dia

26 fev 2024 - 09h19
Compartilhar
Exibir comentários

A Lua exerce atuação profunda em nossas vidas, desde as nossas emoções e psicológico até nossas conexões espirituais. Entender o significado da lua é poderoso porque você pode desfrutar do melhor de cada ciclo em toda sua magnitude.

Se conectar com cada significado da lua é como retornar a nossa ancestralidade, que organizava toda sua vida de acordo com o calendário lunar. Assim, usava o poder de cada ciclo lunar para agir em cada área da vida e de conhecimento. 

A lua era determinante para agricultura, navegação, cultura e até mesmo a Psicologia e a fertilidade, por exemplo. 

A Lua e os povos ancestrais

Atualmente, andamos distantes da natureza e de toda sabedoria natural. Os povos ancestrais navegavam pelos ciclos da Lua. Assim, o significado da lua moldava mitos, rituais e crenças ao redor do mundo.

Foto: Maria Chafir / Personare

O poder da Lua é histórico. Inúmeros estudos comprovam que a Lua tinha papel central na vida de antigas civilizações mesopotâmicas, egípcias, orientais bem como nas culturas indígenas das Américas. 

Suas fases foram interpretadas como símbolos de renovação, fertilidade e até mesmo como prenúncios de eventos futuros. A relação dos povos ancestrais com a Lua era profundamente significativa e multifacetada. 

Quando foi que paramos de seguir a lua?

Ainda hoje, algumas culturas, como a Chinesa e a Hebraica, por exemplo, ainda utilizam o calendário lunar. Porém, a maior parte do mundo adota o que conhecemos como calendário gregoriano. 

Esse sistema segue um calendário inventado que começa em janeiro e termina em dezembro. Ele foi fundamentado em uma visão extremamente patriarcal. Explico: o sistema gregoriano que seguimos dita quando as pessoas devem ser ativas e quando é permitido descansar.

Ou seja, o calendário que a maioria das pessoas segue prioriza acima de tudo a produtividade, a competição, o poder e o dinheiro. O resultado é visível em nossa sociedade: ansiedade, exaustão, burnout, culpa, estresse, depressão e aceleração.

O poder de se guiar pela Lua

A Lua é o único satélite natural da Terra e o corpo celeste mais próximo do nosso planeta. Mas ela é muito mais do que um mero astro no céu. A Lua simboliza nosso inconsciente assim como o domínio do espiritual e da ancestralidade. 

Desse modo, o significado da lua reflete na nossa energia, nas nossas emoções, intuição e nosso lado feminino.

Sua luz penetra a escuridão do nosso inconsciente. Por isso, quando a conexão com esse astro permite que alcancemos as profundezas de nossa alma. 

Assim, a Lua revela aquilo que se esconde por trás de nossas crenças e condicionamentos sociais e culturais, oferecendo-nos uma visão mais clara e ampla de nós mesmos.

Responsável pela força gravitacional que molda os movimentos dos mares, rios e lagos, a Lua exerce sua influência sobre todas as formas de água na Terra. Isso inclui toda água contida em plantas, animais e, é claro, em nós, seres humanos.

É graças à Lua que experimentamos as estações do ano de forma tão organizada. Sem ela, esse ritmo seria irregular, ou seja, resultaria em dias mais curtos e, consequentemente, uma realidade terrestre completamente diferente.

O lado feminino que todas as pessoas têm

A Lua é frequentemente associada ao feminino, ou seja, a nossa energia feminina. É importante salientar que sua influência abraça a todos, independentemente de gênero. 

Isso ocorre, primeiramente, porque cada um de nós carrega consigo uma parte feminina, como Jung denominou de "anima". 

Além disso, todos os seres humanos são constituídos em grande parte por água, um elemento magnetizado pela Lua com sua influência poderosa.

Por que entender cada significado da Lua?

Foto: Maria Chafir / Personare

Quando optamos por nos sintonizar com as fases da lua, mergulhamos na sabedoria do nosso próprio ciclo interior. Nesse mergulho, compreendemos que não há necessidade de pressa, portanto.

O tempo, sob a regência lunar, se torna algo abundante, pleno de nuances, curativo e reconciliador. Ao estudarmos a Lua, mergulhamos não apenas na história da humanidade e nos legados de nossos ancestrais, mas também nos mistérios de nossa própria essência.

Como a Lua exerce influência sobre todas as águas da Terra podemos dizer que seus ciclos impactam tudo o que é regido pela Água. Ou seja, nossas emoções, sangue, suor, lágrimas, saliva, leite e até mesmo nossas habilidades psíquicas e espirituais.

Se conectar a cada ciclo lunar é uma aventura que abre as portas para a poderosa energia transformadora da Lua. Isso porque ela nos capacita a reconhecer e confrontar as partes danosas do nosso ego, a identificar e tratar nossos padrões emocionais mais profundos. 

Além disso, ela nos ajuda a desenvolver empatia e compaixão, a perdoar e a respeitar nossos próprios ritmos e ciclos. Mas também nos permite ter uma relação clara com a espiritualidade.

A jornada lunar nos revela que somos tanto a semente do novo quanto a força criativa do crescimento, que habitamos a dualidade da vida e da morte. Além disso, nos mostra que nada é totalmente bom ou ruim, mas sim repleto de nuances e ciclos. 

Ela nos ensina sobre vulnerabilidade, sobre a natureza cíclica de todas as coisas e sobre o poder de reconhecer e integrar nossas sombras para que possamos irradiar nossa luz para o mundo.

Entenda os Ciclos Lunares

A Lua segue um ciclo composto por oito fases, mas apenas quatro são amplamente reconhecidas: nova, crescente, cheia e minguante. 

Cada uma dessas fases oferece uma perspectiva singular sobre a aparência e a disposição da Lua em relação à Terra e ao Sol, carregando consigo simbologia e energia únicas.

Significado da Lua Nova

Nessa fase, a Lua fica entre a Terra e o Sol. Desse modo, seu lado iluminado fica voltado para o Sol e seu lado escuro voltado para nós. Durante esse período, a Lua não é visível no céu noturno, pois sua luminosidade é ofuscada pela intensa luz solar. 

Este é o momento inicial do ciclo lunar, marcado por uma energia propícia para:

  • semear algo em nossa vida
  • ter momentos de introspecção, meditação, silêncio e recarga interior
  • se concentrar nas intenções
  • dar início a novos empreendimentos
  • definir planos e estabelecer metas
  • sonhar, imaginar e preparar o terreno para o que está por vir

Significado da Lua Crescente

Nesse estágio, observamos uma porção crescente da Lua se tornando gradualmente visível no céu, à medida que a luz do Sol a ilumina. Esta fase se manifesta geralmente entre os dias seis e nove do calendário lunar. É um momento de:

  • direcionar nossa energia para os projetos e intenções semeados durante a Lua Nova
  • expansão e fortalecimento 
  • início do crescimento, do desenvolvimento e da criação
  • novos hábitos
  • aprimoramento, superação de obstáculos
  • otimismo, disposição, autocuidado, ação e movimento

Significado da Lua Cheia

Nessa fase, encontramos a Lua em sua plenitude, oposta ao Sol em relação à Terra, exibindo seu lado iluminado em sua totalidade. 

Entre os dias treze e quinze do ciclo lunar, ela se manifesta como um disco completo e resplandecente no céu noturno. Esta fase é associada: 

  • à colheita, realização e expansão
  • à celebração
  • à gratidão
  • ao aumento de energia criativa
  • a descargas emocionais
  • a práticas mágicas.

Fase Minguante

Durante esse período, a quantidade de luz visível da Lua diminui gradualmente, conforme ela retorna à posição entre a Terra e o Sol. A face minguante da Lua se revela entre os dias 21 e 23 do ciclo lunar. 

Esta fase é caracterizada por: 

  • liberação, purificação e desapego
  • renovação de compromissos
  • organização
  • introspecção e conexão consigo mesmo
  • descanso, descarga e recarga energética
  • processos internos e trabalho com as sombras

Como se conectar com a Lua

Conectar-se com a Lua é uma jornada simples e acessível, não exige nenhum conhecimento aprofundado de cada significado da lua. 

Abaixo, algumas sugestões de práticas de autoconhecimento para iniciar sua exploração interior lunar.

1. Faça seu Mapa Lunar com um diário

Manter um diário lunar pode ser uma ferramenta valiosa. Nele, você registra diariamente - ou sempre que sentir necessidade - a data, o dia da semana, a fase lunar e suas principais emoções, desafios, bloqueios, intuições e potencialidades. Por exemplo:

02/03/2024 - Sábado - Último dia de Lua Cheia: Experimentei picos de alegria, motivação e criatividade, mas também ansiedade e dificuldade em me comunicar de forma clara e equilibrada.

Para uma investigação interior profunda, recomendo fazer esse acompanhamento por pelo menos 28 dias consecutivos, o período de uma lunação completa. 

Através dessas anotações, você ganhará uma compreensão clara de sua disposição energética, emocional e psíquica em cada fase lunar. Além disso, será possível identificar bloqueios e crenças limitantes. 

Isso permitirá que cada dificuldade e desafio se transforme em uma oportunidade de cura e empoderamento.

Cada pessoa tem uma ressonância única com cada fase lunar. Você pode se sentir mais conectada (o) e produtiva (o) na Lua Minguante, ou mais cansada (o) e estressada (o) na Lua Cheia. 

Também é possível que você se sinta em sintonia com a energia de cada fase lunar. Não há certo ou errado. Pelo contrário! 

É nessas nuances que você aprenderá a se reconhecer melhor, melhorando seu fluxo de trabalho, suas relações, sua conexão espiritual, seu bem-estar e, é claro, sua conexão com você mesma (o).

2. Descubra a fase da lua que você nasceu

Imagine só: ao pesquisar sua data de nascimento e a fase lunar correspondente, você pode desvendar se veio ao mundo na lua nova, crescente, cheia ou minguante. 

A fase em que você nasceu pode revelar um universo de informações sobre você. Desde desafios até potencialidades. Geralmente as pessoas têm vínculo maior - fluente ou desafiador -, com a lua que nasceu.

Se observe com mais afinco na fase da sua lua natal, pode te trazer insights significativos.

3. Sinta a energia da lua através de você

A Lua tem um jeito todo especial de nos chamar à atenção. Quem nunca se viu surpreendido pela sua majestosa presença enquanto dirigia voltando pra casa e, de repente, lá está ela, dourada e reluzente, como uma verdadeira sacerdotisa dos céus.

Você já ouviu falar na expressão "drawing down the moon"? Significa em sua tradução literal "puxando a lua para baixo". Antigamente, uma sacerdotisa ou bruxa erguia os braços em direção à Lua para captar sua energia, repleta de poder mágico.

Experimente se conectar com a lua pelo menos uma vez por semana, de preferência no auge do seu ciclo lunar - geralmente no terceiro dia da sua fase. Faça assim:

  • Firme-se no chão e estenda as mãos ao céu.
  • Concentre-se apenas na sua respiração.
  • Observe quais emoções, sensações e pensamentos vêm à tona. 
  • Anote tudo no seu diário lunar.

Esta é uma prática ativa e consciente, trazendo à tona algo que acontece diariamente: você sendo banhado pela luz da lua. No entanto, ao nos permitirmos parar e nos conectar, somos capazes de perceber tudo o que nos atravessa em cada fase lunar.

4. Explore a Lua com outros conhecimentos ancestrais

Há diversas maneiras de explorar a influência lunar, como, por exemplo, através do Tarot, da Lua no Mapa Astral, da lua dos seus ancestrais, do culto lunar de suas origens e muito mais. 

Viver de acordo com os ritmos da Lua não é apenas um ato mágico, mas também um ato político, pois é por meio das nossas escolhas que moldamos o mundo ao nosso redor. 

Além disso, viver em sintonia com os ciclos lunares é resistir à pressa e à cultura da produtividade que tantas vezes nos consome, levando muitos a adoecer e se afastar de sua própria essência.

Viver em harmonia com os ritmos lunares, portanto, não implica necessariamente abandonar tudo e ir morar no alto da montanha. Por mais prazerosa que soe essa opção, o importante é estar atenta (o) ao seu próprio ciclo e ritmo.

É dessa forma que você poderá reconhecer suas necessidades, aceitando suas limitações e se empenhar na busca pela cura interior. 

Dessa forma, você pode se adaptar melhor à vida, abraçar as mudanças que surgem e seguir seu caminho com autenticidade e paixão.

Ao reconhecermos os laços ancestrais que nos ligam à Lua, encontramos uma fonte inesgotável de sabedoria e inspiração para nossa jornada interior.

Cada fase lunar oferece uma oportunidade única de reflexão, crescimento e transformação, convidando-nos a honrar nossas emoções, reconhecer nossos ritmos internos e abraçar a plenitude da experiência humana.

O post O poderoso significado da Lua nas emoções, psicológico e dia a dia apareceu primeiro em Personare.

Gi Crizel (contatogicrizel@gmail.com)

- Gi Crizel é taróloga, terapeuta, guardiã dos saberes femininos e fundadora da Escola de Mistérios Arcanum. Dedica-se aos caminhos do autoconhecimento e da espiritualidade desde 2014, já são aproximadamente 10.000 atendimentos que orientaram e conduziram mais de 2000 pessoas em um período de 9 anos de experiência. Te conduzindo ao despertar, com autonomia e a coragem de ser quem você realmente é.

Personare
Compartilhar
Publicidade
Publicidade