PUBLICIDADE

Mulheres pagam até R$ 41 mil para gritar, quebrar objetos e 'aliviar o estresse'

A empresária Mia Banducci é uma das pessoas à frente do movimento; nas cerimônias, ela incentiva as participantes a pensarem em situações em que foram injustiçadas

28 mai 2024 - 10h54
(atualizado às 12h37)
Compartilhar
Exibir comentários
"Ritual de raiva" organizado pela empresária Mia Banducci
"Ritual de raiva" organizado pela empresária Mia Banducci
Foto: Reprodução / Perfil Brasil

Mulheres estão pagando até US$ 8 mil (cerca de R$ 41 mil) em "rituais de raiva" para "aliviar o estresse" e se "sentirem mais relaxadas".

Tendência nas redes sociais, os rituais são como "cerimônias" nas quais as participantes gritam e quebram objetos livremente para "combater as energias negativas".

Mulheres gritam livremente e quebram objetos

A empresária e engenheira de segurança cibernética Mia Banducci é uma das mulheres à frente do movimento. Mia se tornou uma espécie de "guru" que organiza os "retiros rituais de raiva". Ela também gosta de ser chamada de "bruxa".

Sob a batuta de Mia, as mulheres gritam livremente e quebram galhos de árvore no meio de uma floresta. Em entrevista ao USA Today, ela afirmou que "as mulheres precisam ser capazes de ficar com raiva", assim como "os homens precisam chorar, e é tão saudável que os homens chorem".

Nas cerimônias, Mia incentiva as participantes a pensarem em situações em que foram injustiçadas enquanto gritam e batem com paus no chão até que seus braços fiquem dormentes.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Mia Banducci (@miamagik)

A "guru" já organizou várias dessas cerimônias, que evoluíram de pequenos eventos para amigos até retiros noturnos com produção mais aprimorada. Seu mais recente empreendimento está marcado para agosto na França.

Kimberly Helmus participou de um ritual promovido por Mia e contou ao USA Today que se sentiu aliviada durante o evento.

"Não há lugar onde você possa ver as mulheres ficarem com raiva assim e isso não ser condenada: 'São os hormônios. Ela está simplesmente desequilibrada. Ela é simplesmente louca. Ela está apenas menstruada.' Aquele era um lugar onde você estava, provavelmente pela primeira vez em muito, muito tempo, se é que alguma vez aconteceu, capaz de gritar em voz alta coisas sobre como você se sentia", disse.

14 coisas que não fazem bem ao cérebro e que você deveria prestar atenção 14 coisas que não fazem bem ao cérebro e que você deveria prestar atenção

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Publicidade