PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Mulheres evangélicas pagam até R$ 3 mil para encontrar marido

Programa “Quero Casar” inclui palestras presenciais, cursos online e mentoria individual

6 out 2023 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Natália Varela em gravação do curso "Com pé no altar"
Natália Varela em gravação do curso "Com pé no altar"
Foto: Reprodução/ Instagram @natalinhavarela

Não é raro ver mulheres jovens ou maduras, heterossexuais, reclamando da dificuldade em encontrar um parceiro. Essas queixas estão presentes tanto nas redes sociais quanto nas conversas de bar e, por que não, nas igrejas.

Veio daí uma oportunidade de negócio. A comunicadora Natália Varela Alves, de 47 anos, enxergou a dor do mercado, para citar um termo publicitário da moda, e lançou um curso para mulheres em busca do varão perfeito.

Trata-se do "Quero Casar", projeto que conta com palestras presenciais, curso online e até mentorias individuais. O custo (ou investimento) é de até R$ 2.899 no pacote de palestras, que inclui três noites hospedadas em um hotel de luxo no Leblon, no Rio de Janeiro, e um passeio no Cristo Redentor.

"O desejo de casar está presente na vida da grande maioria das mulheres", lembra Natália no livro que leva o mesmo nome de seu projeto. A passagem foi registrada pelo jornal Folha de S. Paulo, que cobriu o evento.

"Ainda pequenas, se imaginam vestidas de noiva, deslumbradas para o grande dia. As bonecas tornam-se filhas, e já contemplam, na doce inocência, o sonho da família feliz", analisa Natália em outro trecho da obra literária.

Segundo a comunicadora, esse sonho cai por terra se falta preparo emocional e é aí que entra seu curso. "Estou aqui para te ajudar! Os projetos de Deus jamais terão prazo de validade".

De acordo com a publicação, a plateia era composta por cerca de 20 mulheres, entre divorciadas e outras que nunca deixaram o status de solteira. Todas buscam o destino de Natália, que encontrou um parceiro.

História de vencedora

A comunicadora conta sua própria história no evento: se casou aos 19 anos e se separou seis meses depois. Depois disso, desenvolveu depressão, bulimia e sofreu com uma dependência emocional que a fez se envolver em diversos romances sem futuro.

Assim, teve um segundo casamento que também não deu certo. Antes dos 30, ela estava divorciada pela segunda vez.

Foi em 2004 que se tornou evangélica, à época levada para a igreja por um namorado. Ali foi aprendendo noções bíblicas como a de que seu corpo pertence ao marido.

Só depois conheceu seu terceiro e atual companheiro, o ex-jogador de futebol Magno Alves. Natália conta que o dispensou por dois anos consecutivos até lhe dar uma chance — ele jogava no Qatar quando ela foi à Ásia fazer uma visita. Voltou de lá com aliança no dedo.

Em 2013, já casados, vieram os gêmeos Levi e Lis. Na sequência, tiveram a caçula Loren. "O casamento é o maior projeto de Deus na Terra", defende em entrevista à Folha. A comunicadora ressalta que a mulher não deve se contentar com pouco, afinal, ela não está em uma prateleira para ser escolhida. Pelo contrário, é dela a escolha.

Por isso, a mulher precisa se dar valor para não se tornar aquela "em relacionamento tóxico que come migalhas que caem da mesa". Natália incentiva a "independência emocional".

Na contramão: casais famosos que estão juntos há muito tempo Na contramão: casais famosos que estão juntos há muito tempo

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Publicidade