PUBLICIDADE

Ana Paula Renault procurou mulher do ex; conversar com a 'outra’ pode ajudar

Na opinião de psicólogo especialista em relacionamentos a decisão de Ana Paula impacta positivamente no processo de cura da traição

4 out 2023 - 05h00
Compartilhar
Exibir comentários
Ana Paula Renault revelou, no Instagram, como descobriu que era "amante"
Ana Paula Renault revelou, no Instagram, como descobriu que era "amante"
Foto: @anapaularenault

A ex-BBB Ana Paula Renault chocou os fãs ao revelar que seu então namorado na era casado com outra mulher. A influenciadora contou sobre o episódio através de suas redes sociais na noite de segunda-feira (2).

Segundo Renault, o relacionamento durou alguns meses. O ex mantinha uma vida em São Paulo, para onde sempre viajava a trabalho, e outra em Porto Alegre, sua cidade natal, onde morava com a família.

"A sorte dele é que sou avessa às redes sociais, gosto de utilizá-las para algo maior, e esse é o caso. Ele se sentia, talvez, confortável”, comentou no vídeo em que revelou ser "amante". De acordo com a ex-BBB a descoberta só aconteceu depois que viu uma foto do então parceiro usando alianças.

Após confrontá-lo, descobriu a traição e decidiu abrir o jogo com amigas casadas. As amigas orientaram a influenciadora a procurar a mulher "oficial” para abrir o jogo pra ela. “Eu pude ver o quanto que isso machuca, o quanto que isso destrói uma mulher casada, quando ela descobre que o marido tem uma amante. No meu caso, foi o contrário. Eu também fui enganada”.

Na opinião do psicólogo Alexander Bez, especialista em Relacionamentos pela Universidade de Miami (UM), a decisão de Ana Paula de conversar com a "outra” impacta, positivamente, no processo de cura da traição.

"Procurar conversar com a outra mulher que também foi traída fez com que as duas descobrissem a situação e entendessem que nenhuma estava errada. Quem escolheu trair e mentir foi o cara”, analisa Alexander.

Luísa Sonza não é a primeira: veja outros famosos que assumiram traição Luísa Sonza não é a primeira: veja outros famosos que assumiram traição

Ele adiciona: "Trair é uma escolha e a pessoa que toma esse tipo de decisão nem sempre percebe por completo como essa ação pode causar um grande dano na companheira, mas é uma atitude que mostra a falta de empatia, de responsabilidade afetiva e de respeito com o próximo, por isso, esse tipo de atitude diz mais sobre quem trai, do que sobre quem é traído".

Ana Paula Renault concorda com o psicólogo. Em outro vídeo, ela falou sobre a importância da união feminina em momentos como esse. “Precisamos nos unir, conversar mais e parar de normalizar esse tipo de situação. Por que os homens se sentem tão confortáveis em fazer algo assim conosco, mulheres?", questionou.

Ela ainda revelou que o ex-parceiro voltou a procura-la dizendo que a separação seria efetivada nos meses seguintes. Ao invés de gastar tempo tramando outras hipóteses e situações, o psicólogo recomenda que a pessoa recém traída foque em si e na própria dor.  

"Sinta a dor e passe pelo processo de luto. Invista em si mesmo, faça um uma boa terapia, pratique exercícios físicos, o amor próprio, aproveite a própria companhia e entenda que você em primeiro lugar", finaliza o especialista.

Fonte: Redação Terra Você
Compartilhar
Publicidade
Publicidade