PUBLICIDADE

Onda de calor extremo na Argentina pode afetar Brasil; entenda

Segundo a MetSul, responsável por esse cenário é uma extensa massa de ar seco e quente, conhecida como "domo de calor"

2 fev 2024 - 13h34
(atualizado às 14h08)
Compartilhar
Exibir comentários
Sol forte
Sol forte
Foto: Iamyail / iStock

Nos próximos dias, o estado do Rio Grande do Sul deve experimentar uma significativa elevação nas temperaturas, especialmente na porção oeste, conforme apontado pela MetSul Meteorologia. Este fenômeno é atribuído a influência de um "centro de calor extremo" proveniente da Argentina.

Na sexta-feira, o Serviço Meteorológico Nacional (SMN) da Argentina emitiu alerta vermelho para 10 províncias do país devido à persistente onda de calor. Áreas significativas no Centro, Oeste e Norte da Argentina encontram-se sob alerta devido às temperaturas muito altas.

A cidade de Buenos Aires e sua região metropolitana foram incluídas no alerta vermelho devido às altas temperaturas. A Argentina completou o oitavo dia consecutivo com máximas superiores a 40ºC, atingindo 43ºC em Rivadávia e 41,2ºC em La Rioja e Santiago del Estero na quinta-feira.

Ao longo da semana, as temperaturas ultrapassaram 44,5ºC em Rivadávia, 42ºC em Las Lomitas e 41,7ºC em Santiago del Estero. A região metropolitana de Buenos Aires também enfrentou um aumento significativo de temperatura, atingindo 38,6ºC no Aeroporto Internacional de Ezeiza e 37,9ºC no observatório central da cidade.

A MetSul prevê que o calor intenso persistirá na região de Buenos Aires até a próxima quarta e quinta-feira. Após um sábado escaldante, há a possibilidade de um breve alívio térmico no domingo antes do retorno das máximas elevadas na segunda-feira.

O responsável por esse cenário é uma extensa massa de ar seco e quente, conhecida como "domo de calor", associada a um centro de alta pressão em altitude, situado no Centro da Argentina.

Embora os efeitos mais intensos se concentrem na Argentina, o Rio Grande do Sul também experimenta um aumento significativo de temperatura, abrangendo áreas como os vales e a região metropolitana de Porto Alegre. Na quinta-feira, as máximas atingiram 36,1ºC em Quaraí e 35,6ºC em Uruguaiana. De acordo com a MetSul, a população local deve se preparar para enfrentar dias de calor intenso. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade