PUBLICIDADE

Stellantis projeta 18 elétricos na América do Norte em 2024

Com lucro acima de R$ 1 trilhão em 2023, marca vai explorar autonomia de 800 km obtida com a plataforma STLA Large

15 fev 2024 - 16h58
Compartilhar
Exibir comentários
STLA Medium Platform: arquitetura da Stellantis para carros elétricos médios
STLA Medium Platform: arquitetura da Stellantis para carros elétricos médios
Foto: Stellantis / Guia do Carro

A Stellantis irá lançar 18 veículos elétricos a bateria (BEVs) na América do Norte em 2024. A marca visa o impulsionamento do crescimento do mercado e o fomento da eletrificação na região. O novo Citroën ë-C3, que tem preço inicial de 23.300 euros (R$ 124,6 mil), é um dos chamarizes da marca. 

A Stellantis lançou a primeira das quatro novas plataformas centradas em BEV, a STLA Medium, no Peugeot e-3008, que chega a 700 quilómetros de autonomia. No Brasil, a plataforma deve estrear em 2026 com um SUV da Jeep que ficará entre Compass e Commander.

A segunda plataforma, STLA Large, será lançada em 2024, com alcance de 800 quilômetros. STLA Large é uma plataforma nativa de BEV que servirá de base para os próximos veículos globais nos segmentos D e E. 

A Stellantis ainda assinou um acordo com a fabricante chinesa de baterias CATL para o fornecimento de células e módulos de bateria LFP. A marca ainda estebeleceu com a Ample uma parceria em tecnologia de troca de baterias para fornecer baterias EV totalmente carregadas em menos de cinco minutos. 

A Stellantis N.V. ainda anunciou nesta quinta-feira (15) a alta de 6% em sua receita líquida em 2023. O resultado foi um montante de 189,5 bilhões de euros (R$ 1,01 trilhão). O lucro líquido cresceu 11%, chegando a 18,6 bilhões (R$ 99,5 bilhões) e o fluxo de caixa industrial livre aumentou 19%, atingindo para 12,9 bilhões (R$ 69 bilhões), em comparação a 2022. 

As vendas globais de BEV´s aumentaram 21%  e as de LEV subiram 27%. 

A marca reduziu as emissõesde CO2 em 20% em 2023 em relação à linha de base 2021. As taxas de defeitos nos veículos três meses após a entrega ao cliente tiveram redução em mais de 40% em comparação com 2021. 

A Stellantis proporcionou um crescimento contínuo fora da Europa Expandida e da América do Norte, com aumento de 13% nas receitas líquidas. Na China, a Stellantis investiu 1,4 bilhões de euros na Leapmotor para venda de carros elétricos e detém agora aproximadamente 21% do capital. 

Guia do Carro
Compartilhar
Publicidade
Publicidade