1 evento ao vivo

Picapes 4x4: Hilux, Ranger, S10, Amarok, Frontier e L200

Versões topo de linha a diesel da Toyota, Ford, Chevrolet, Volks, Nissan e Mitsubishi mostram seus atributos para conquistar os fazendeiros

28 mai 2020
09h06
atualizado às 09h13
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

As picapes de porte médio-grande estão na crista da onda. Desde que começou a pandemia de coronavírus, elas passaram a disputar a liderança do segmento com a pequena Strada e a média Toro, ambas da Fiat. Atualmente, além de ter força para o trabalho, as picapes maiores estão se aproximando do conforto de carros de passeio. No mercado brasileiro, os modelos disponíveis são: Chevrolet S10, Ford Ranger, Mitsubishi L200, Nissan Frontier, Toyota Hilux e Volkswagen Amarok.

A Volkswagen Amarok é a picape com maior capacidade de carga (1.105 kg) e volume na caçamba (1.280 litros), seguida pela Ford Ranger (1.180 litros) e Chevrolet S10 (1.061 litros). A L200 Triton Sport se destaca pelos melhores ângulos de entrada (33°) e central (26°), enquanto que a Frontier possui o melhor ângulo de saída do comparativo com 27,7°. O vão livre do solo é melhor na Toyota Hilux, com 28,6 centímetros.

Em termos de equipamentos de série e tecnologia, a Ford Ranger Limited é o principal destaque. A picape é a única do comparativo a contar com controle adaptativo de carga, sistema de reconhecimento de sinais de trânsito, piloto automático adaptativo, assistente de frenagem de emergência e auxiliar de permanência em faixa. Na Chevrolet S10 Highcountry, os sistemas de alerta de colisão frontal e de mudança involuntária de faixa atuam apenas com aviso sonoro, sem intervenção na direção.

Vale ressaltar que a Ranger e a S10 são as únicas do grupo com direção elétrica, ao passo que a Nissan Frontier LE se impõe pelos exclusivos teto solar e câmera de monitoramento 360°. Na Ranger e na Volkswagen Amarok, a tampa traseira conta com assistente de abertura, que alivia o peso e auxilia no conforto e na praticidade. A Nitsubishi L200 Triton Sport se distingue pelas aletas atrás do volante para trocas de marchas sequenciais, também disponíveis na Amarok.

ITEM

CHEVROLET

S10

FORD

RANGER

MITSUBISHI

L200

NISSAN

FRONTIER

TOYOTA

HILUX

VW

AMAROK

Potência (cv) 200 200 190 190 177 225
Torque (Nm) 500 470 430 450 450 550
Caçamba (litros) 1.061 1.180 1.046 1.054 1.000 1.280
Carga útil (kg) 1.049 1.009 1.000 1.000 1.000 1.105
Vão livre (mm) 228 223 220 241 286 240
Consumo cidade 8,7 km/l 8,5 km/l 9,8 km/l 8,9 km/l 9,0 km/l 8,0 km/l
Consumo estrada 10,6 km/l 10,1 km/l 11,8 km/l 10,1 km/l 10,5 km/l 8,4 km/l
0-100 km/h 10s3 11s6 10s4 11s3 13s8 8s0

Todas as picapes possuem bons recursos de conectividade como Bluetooth, espelhamento de celular e volante multifuncional. A Toyota Hilux SRX é a única a contar com TV digital, mas peca pela ausência de entradas USB adicionais, que também estão indisponíveis na Mitsubishi L200 Triton Sport HPE-S e na Chevrolet S10 Highcountry.

Em segurança, a Ford Ranger Limited é a mais competente e moderna, seguida da Chevrolet S10 Highcountry. A Volkswagen Amarok Extreme V6 obteve a pior avaliação nesse quesito, já que não tem airbags de cortina nem de joelho.

Com motor 3.0 turbo V6 de 225 cv de potência e 550 Nm de torque, a Volkswagen Amarok Extreme é a mais potente da lista, com aceleração de 0-100 km/h em apenas 8,0 segundos. A Chevrolet S10 Highcountry é a segunda classificada nessa condição, com 500 Nm de torque e 200 cv de potência. Apesar de ter torque maior em relação à Mitsubishi L200 Trtiton Sport HPE-S, a Toyota Hilux SRX é a menos potente. Ela possui a maior relação peso/potência do grupo e ainda é a mais lenta na aceleração de 0-100 km/h.

Com motor 3.0 turbo V6 de 225 cv de potência e 550 Nm de torque, a Volkswagen Amarok Extreme é a mais potente da lista, com aceleração de 0-100 km/h em apenas 8,0 segundos. A Chevrolet S10 Highcountry é a segunda classificada nessa condição, com 500 Nm de torque e 200 cv de potência. Apesar de ter torque maior em relação à Mitsubishi L200 Trtiton Sport HPE-S, a Toyota Hilux SRX é a menos potente. Ela possui a maior relação peso/potência do grupo e ainda é a mais lenta na aceleração de 0-100 km/h.

Para ver mais tabelas das seis picapes 4x4, clique aqui

Conclusão - A Ford Ranger Limited nos parece ser a picape com o melhor custo-benefício. A Ranger é fruto de um projeto global e tem recursos de segurança e tecnologia exclusivos para o segmento de picapes médias no Brasil, além de ter bom desempenho off-road e elevada capacidade de carga. Veja na tabela abaixo como estão as picapes no ranking de vendas (até 28 de maio).

P. PICAPE MAIO ANO
1 TOYOTA HILUX 1.314 12.482
2 CHEVROLET S10 1.115 7.986
3 FORD RANGER 1.223 6.805
4 VOLKSWAGEN AMAROK 651 5.299
5 MITSUBISHI L200 542 2.959
6 NISSAN FRONTIER 296 2.814

Nota do Editor: reportagem publicada originalmente em 14/11/2019.

Veja também:

Honda Civic 1.5 turbo é um devorador de estrada
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade