0

Onix Plus dispara nas vendas; Chevrolet “desiste” do Cruze

Chevrolet Onix Plus tem versão de entrada R$ 5 mil mais barata do que o Volkswagen Virtus e vai bater seu recorde de vendas em novembro

23 nov 2020
12h24
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Chevrolet Onix Plus: sedã compacto parte de R$ 70.290, ou seja, R$ 5 mil a menos do que o VW Virtus
Chevrolet Onix Plus: sedã compacto parte de R$ 70.290, ou seja, R$ 5 mil a menos do que o VW Virtus
Foto: GM / Divulgação

O Chevrolet Onix Plus é o carro do momento na General Motors. Em apenas três meses ele aumentou sua participação na linha Onix de 36% para 46%. O Onix Plus parte de R$ 70.290 e é R$ 5 mil mais barato do que o Volkswagen Virtus, seu principal competidor. Em relação ao Chevrolet Cruze, o Onix Plus custa R$ 40 mil a menos. Não por outro motivo, o Onix Plus tornou-se estratégico para a Chevrolet e disparou nas vendas.

Aparentemente, a Chevrolet “desistiu” do Cruze. O sedã médio, que parte de R$ 110.690, vendeu apenas 260 unidades nas primeiras três semanas de novembro. No ranking anual dos sedãs, o Cruze é apenas o 13º colocado. Já o Onix Plus surfa na crista da onda. Com 8.369 vendas, ele vai superar fácil as vendas de outubro (8.619). Mais do que isso, o Onix Plus se aproximou até o Onix hatch, que vendeu 9.868 unidades em novembro.

É a primeira vez que o Onix Plus responde por 46% das vendas da família Chevrolet Onix. O sedã vem crescendo aos poucos. Em fevereiro, antes da pandemia de coronavírus, o Onix Plus tinha apenas 34% das vendas da família. Compare a evolução.

Mês FAMÍLIA
ONIX
ONIX
PLUS
PART.
Fevereiro 26.773 8.402 34%
Agosto 16.577 5.973 36%
Setembro 18.801 7.092 38%
Outubro 20.822 8.619 41%
Novembro* 18.237 8.369 46%
*22 dias      

O Chevrolet Onix Plus certamente vai bater seu recorde histórico de vendas este mês. Há exatamente um ano, em novembro de 2019, o Onix Plus registrou 9.989 vendas. Pelas projeções das primeiras três semanas de novembro, o Onix Plus deve terminar o mês com mais de 11,4 mil emplacamentos.

O encarecimento dos sedãs médios abriu um novo horizonte para o Onix Plus. Ele aproveita a chance. Toyota Corolla (a partir de R$ 111.290), Chevrolet Cruze (R$ 110.690) e Honda Civic (R$ 107.200) tornaram-se carros praticamente inacessíveis. O fato de a Volkswagen iniciar o Virtus com R$ 75.290 também beneficia o Onix Plus, que parte de R$ 70.290. As versões mais equipadas sobem de preço na mesma proporção das versões equipadas dos rivais.

Chevrolet Onix Plus se tornou uma alternativa para quem não pode pagar o altíssimo preço dos sedãs médios.
Chevrolet Onix Plus se tornou uma alternativa para quem não pode pagar o altíssimo preço dos sedãs médios.
Foto: GM / Divulgação

A alta dos sedãs mais equipados redesenhou o mercado brasileiro de sedãs. A Chevrolet aproveitou para lançar o Onix Plus Midnight, bem equipado, para ser uma alternativa aos consumidores que precisam de um carro espaçoso, mas não conseguem pagar a fábula dos sedãs médios. O Arizzo 6, da Caoa Chery, também se aproveitou dessa situação, oferecendo um carro maior com preço promocional, abaixo de R$ 100 mil. Porém, no momento, já custa R$ 104.990, o que o aproxima bastante do Civic. Isso também favorece o Onix Plus.

Entre os sedãs mais acessíveis, o destaque é o velho Voyage. Ele ocupa a 3ª posição de vendas entre os sedãs em novembro com 2.606 emplacamentos. No acumulado do ano o Voyage está em 6º lugar com 19.038. Veja o ranking abaixo.

TOP 10 SEDÃS
P. Carro Vendas
Ano
Vendas
Nov
1 Chevrolet Onix 66.713 8.369
2 Toyota Corolla 34.578 3.570
3 Volkswagen Virtus 26.930 2.105
4 Ford Ka 22.561 1.474
5 Hyundai HB20 19.821 1.728
6 Volkswagen Voyage 19.038 2.606
7 Honda Civic 16.755 1.526
8 Fiat Cronos 14.150 1.291
9 Toyota Yaris 13.304 1.312
10 Renault Logan 11.115 721
11 Fiat Siena 9.050 758
12 Nissan Versa 8.259 323
13 Chevrolet Cruze 8.204 260

Para conseguir esses números, o Volkswagen Voyage praticamente deixou de ser oferecido no varejo. O sedã tem incríveis 95% de suas vendas na modalidade de vendas diretas, ficando apenas 5% para as concessionárias. O Chevrolet Onix Plus, ao contrário, tem apenas 34% de vendas diretas, enquanto 66% de suas vendas ainda são realizadas nas concessionárias.

São cada vez mais fortes os indícios de que o Chevrolet Cruze deixará de ser produzido na Argentina em breve. Em outros países, sua produção já foi encerrada. Não será surpresa se em 2021 ou no máximo 2022 a GM anunciar a produção de um SUV médio na Argentina no lugar do Cruze. Esse carro poderia ser o novo Chevrolet Captiva.

Da mesma forma, a Honda não confirma que a nova geração do Civic será produzida no Brasil. Tudo isso favoreceria não apenas o Toyota Corolla e o Caoa Chery Arrizo 6, que são produzidos no país, mas também sedãs compactos superiores, como o Chevrolet Onix Plus.

Veja também:

Mercedes GLB 200, um SUV de 7 lugares com motor 1.3
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade