0

Líder na China, novo Nissan Sentra é lançado no México

Brasil recebe a quinta geração do sedã japonês em 2021. Todo mudado, ele ficou mais baixo e esportivo, com novo motor de 145 cavalos

29 jun 2020
23h29
atualizado às 23h57
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Grade cromada V-Motion e novas saídas de ar, emolduradas pelos faróis de LED em forma de bumerangue.
Grade cromada V-Motion e novas saídas de ar, emolduradas pelos faróis de LED em forma de bumerangue.
Foto: Nissan / Divulgação

O novo Nissan Sentra está pronto e começa a ser vendido em alguns países latino-americanos. A quinta geração do sedã médio, que é fabricado em Aguacalientes, no México, chegará ao mercado brasileiro somente em 2021. Embora não faça grande sucesso comercial no Brasil, o Sentra é um veículo vitorioso da Nissan. Na China, por exemplo, que é o maior mercado do mundo, o Sentra se chama Sylphy e recentemente desbancou o Volkswagen Lavida (Jetta) da liderança.

A nova geração do Sentra estreia no México em sete versões: Sense (manual e CVT), Advance (manual e CVT), SR (manual e CVT) e Exclusive (CVT). O sedã tem menor centro de gravidade, que permite maior esportividade. A presença mais ampla na frente permite um visual poderoso, com a integração da grade cromada V-Motion e novas saídas de ar, emolduradas pelos faróis de LED em forma de bumerangue.

Sedã tem menor centro de gravidade, que permite maior esportividade.
Sedã tem menor centro de gravidade, que permite maior esportividade.
Foto: Nissan / Divulgação

Novas linhas com aparência de teto flutuante dão ao Sentra uma silhueta mais esportiva e aerodinâmica. Ele também incorpora um novo design de rodas de alumínio com acabamento usinado. O carro também tem uma ampla gama de nove cores, que incorpora pela primeira vez a Solar Orange e a Merlot Red. Porém, no Brasil, como sabemos, as cores mais vendidas são as tradicionais branca, prata, cinza, preta e vermelha. 

A cabine foi completamente redesenhada e é minimalista. Ela permite um ângulo de visão 10% maior, com novos materiais e acabamentos de alta qualidade, como costura dupla nas duas superfícies dos assentos. O volante (D-Shape) tem a forma de "D". O botão liga/desliga fica no console central inferior, que ficou 19% maior. Isso melhora a amplitude entre motorista e passageiro. O ar-condicionado foi inspirado no esportivo Nissan GT-R.

Cabine foi completamente redesenhada e é minimalista. Ela permite um ângulo de visão 10% maior.
Cabine foi completamente redesenhada e é minimalista. Ela permite um ângulo de visão 10% maior.
Foto: Nissan / Divulgação

Em termos de entretenimento e conectividade; e sob o pilar de integração inteligente, o novo Nissan Sentra 2020 oferece opções de conectividade, controles de áudio e viva-voz via Bluetooth em todas as suas versões, proporcionando maior conforto. A nova central multimídia tem tela tátil de 8", compatível com CarPlay e Android Auto (nas versões Advance, SR e Exclusive). O sistema de áudio é Bose (versões SR e Exclusive).

A marca japonesa continua apostando alto no Nissan Intelligent Mobility, que destaca aspectos como maior estabilidade e conforto, manuseio suave e alto nível de isolamento acústico. O carro é equipado com um novo motor 2.0 de 145 cv de potência (12% a mais que o atual Sentra vendido no Brasil), a 6.000 rpm. O torque de 197 Nm é 13% maior em comparação à geração anterior a 4.000 rpm. Esta geração tem suspensão traseira multilink com barra estabilizadora e direção elétrica. Segundo a Nissan, a melhoria no nível de isolamento acústico é 5% maior do que na geração anterior. O câmbio CVT é de oito velocidades. Em 2020, o Nissan Sentra vendeu menos de 600 unidades no Brasil, contra contra 17.000 do Toyota Corolla.

Nova cor laranja com teto preto dificilmente vem para o Brasil.
Nova cor laranja com teto preto dificilmente vem para o Brasil.
Foto: Nissan / Divulgação

 

Veja também:

Honda Civic 1.5 turbo é um devorador de estrada
Guia do Carro
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade