PUBLICIDADE

Conheça o Mercedes EQS, novo sedã elétrico da marca alemã

Novo Mercedes EQS chega com central multimídia de até 56'' e oferece autonomia de até 770 km. No Brasil, chegaria só em 2022

15 abr 2021
0comentários
Publicidade
Novo Mercedes EQS chega como recordista em aerodinâmica, com um Cx de apenas 0,20.
Novo Mercedes EQS chega como recordista em aerodinâmica, com um Cx de apenas 0,20.
Foto: Mercedes-Benz / Divulgação

Depois de meses de espera, a Mercedes finalmente revelou o EQS. Em um evento virtual realizado nesta quinta (15), a marca alemã apresentou a versão final do seu sedã elétrico de luxo. Ele chega com autonomia de até 770 km e será o terceiro modelo totalmente elétrico da Mercedes, se juntando aos SUVs já lançados EQA e EQC na linha EQ de modelos emissão zero.

Por fora, o visual do novo Mercedes EQS se parece bastante com o conceito Mercedes Vision EQS, apresentado em 2019. Medindo 5,21 m de comprimento, 1,92 m de largura e 1,51 m de altura, o sedã elétrico manteve o perfil cupê do protótipo, assim como as linhas suaves com foco na aerodinâmica. Aliás, ela é o grande destaque do EQS. O modelo traz um coeficiente aerodinâmico de 0,20, um recorde entre carros de produção.

Interior do novo Mercedes EQS traz como destaque a central multimídia Hyperscreen MBUX de 56’’.
Interior do novo Mercedes EQS traz como destaque a central multimídia Hyperscreen MBUX de 56’’.
Foto: Mercedes-Benz / Divulgação

A frente do Mercedes EQS traz um para-brisas inclinado como em um esportivo, e a grade conta com design fechado e pintura na cor preta, bem parecida com os irmãos EQA e EQC. Os faróis são de led e trazem formato angulado, com design que se encaixa à grade dianteira. Na lateral, a linha de cintura é alta e as maçanetas são embutidas, justamente para não prejudicarem a aerodinâmica.

Na parte de trás, o Mercedes EQS traz um perfil semelhante ao cupê CLS. No entanto, o sedã elétrico conta com lanternas de led interligadas, como nos demais modelos da linha EQ. Como opcional, é possível escolher uma pintura de dois tons, bem ao estilo “saia-e-blusa” dos carros mais antigos.

Por dentro, não há mais mistério. Em estratégia semelhante ao que a Audi fez com o novíssimo Q4 e-tron, revelando o interior do carro praticamente um mês antes do lançamento, a Mercedes já havia mostrado como o EQS seria por dentro no fim do último mês.

Traseira do Mercedes EQS conta com lanternas de led interligadas; como opcional, sedã pode trazer pintura saia-e-blusa.
Traseira do Mercedes EQS conta com lanternas de led interligadas; como opcional, sedã pode trazer pintura saia-e-blusa.
Foto: Mercedes-Benz / Divulgação

Conforme adiantado, o sedã  também conta com a central multimídia Hyperscreen MBUX, com uma (enorme) tela de 56’’. Medindo 1,41 m, ela traz três visores -- painel de instrumentos digital, central e outra tela para o passageiro -- e é equipado com uma CPU de oito núcleos e 24GB de memória RAM.

Quanto à motorização, o Mercedes EQS chega inicialmente em duas versões: a 450+ e 580 4Matic. A versão mais em conta traz um motor elétrico no eixo traseiro, que oferece 333 cv e 568 Nm de torque, sempre com tração traseira. Já a topo de linha conta com dois motores elétricos -- um em cada eixo -- que oferecem potência combinada de 523 cv e 855 Nm de torque, dessa vez com tração integral.

Mercedes EQS oferece autonomia de até 770 km e conta com suporte a carregamento rápido.
Mercedes EQS oferece autonomia de até 770 km e conta com suporte a carregamento rápido.
Foto: Mercedes-Benz / Divulgação

De acordo com a Mercedes, as versões aceleram de 0 a 100 km/h em em 6,2 e 4,3 segundos, respectivamente. Já a velocidade máxima é limitada eletronicamente a 210 km/h em ambas as configurações. A marca alemã também adiantou que está desenvolvendo uma versão esportiva com 761 cv, que chegará ao mercado futuramente.

Em relação à autonomia, ambas as versões do novo Mercedes EQS são equipadas com um sistema de baterias de 107,8 kWh. De acordo com a marca alemã, a versão de entrada 450+ oferece um alcance de até 770 km com uma carga completa. O sedã ainda suporta carregamento rápido em uma corrente contínua de até 200 kW, o que permite recarregar a bateria do modelo de 10 a 80% em apenas 31 minutos. 

Mercedes EQS manteve perfil cupê e grande parte do visual do conceito EQS Vision de 2019.
Mercedes EQS manteve perfil cupê e grande parte do visual do conceito EQS Vision de 2019.
Foto: Mercedes-Benz / Divulgação

Com previsão de chegada ao mercado europeu até o fim deste ano, o Mercedes EQS ainda não teve seu preço oficial revelado. Já para o Brasil, a vinda do modelo ainda é incerta, já que a Mercedes ainda não confirmou o passaporte carimbado para o sedã elétrico. Se vier, no mínimo, o EQS deve chegar só em 2022.

Guia do Carro
Publicidade
Publicidade