PUBLICIDADE

Investimentos-anjo somaram mais de R$ 1 bi em startups brasileiras em 2019

O número é resultado de uma pesquisa da Anjos do Brasil, que revelou que mais de 8 mil investidores-anjo aportaram em startups brasileiras no ano passado

10 set 2020 20h32
ver comentários
Publicidade

Um levantamento da Anjos do Brasil, organização sem fins lucrativos, indicou que, somente no ano de 2019, o valor de investimentos-anjo em startups brasileiras somou R$ 1,067 bilhão, um aumento de 9% em relação ao ano anterior.

Essa é a primeira vez que o volume de investimento ultrapassa o R$ 1 bilhão desde a pesquisa começou a ser feita, em 2010, e indica que, no ano passado, os aportes foram feitos por 8.220 investidores no total. Na expectativa, os números ficaram maiores do que o esperado, com alta de pelo menos 6% no número de investidores.

Embora o mercado brasileiro tenha absorvido uma grande quantidade de aportes, o total ainda é pequeno em comparação à outros países. Nos Estados Unidos, por exemplo, os investimentos ficam na ordem de US$ 23,9 bilhões anualmente — o Brasil tem cerca de 0,85% desse total por ano.

Para o ano de 2020, as expectativas também vão por outro caminho. Por conta da crise causada pelo coronavírus, é esperado que o valor aportado por investidores-anjo diminua pelo menos em 10%, em relação à 2019.

"Apesar dos bons resultados de 2019, infelizmente a perspectiva para 2020 é bastante negativa, em especial considerando que, enquanto diversos investimentos são incentivados, o em startups é duplamente tributado. Além do imposto sobre os ganhos de capital, as eventuais perdas não podem ser deduzidas", afirma Cassio Spina, presidente e fundador da Anjos do Brasil, na pesquisa divulgada pela organização.

Estadão
Publicidade
Publicidade