5 eventos ao vivo

Após maionese e sorvete, NotCo lança hambúrguer vegetal no Chile

A parceria da empresa com o Burger King no Chile trouxe o Rebel Whopper para o cardápio do restaurante; no Brasil, hambúrguer deve chegar ainda neste ano

27 fev 2020
17h55
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A NotCo, startup que produz alimentos sem produtos de origem animal a partir de algoritmos, lançou no Chile nesta quarta-feira, 26, o primeiro hambúrguer vegetal da marca. O produto é fruto de uma parceria com a rede de restaurantes Burger King no país, e a empresa já tem planos de expansão para a novidade. Por aqui, o Not Burger deve estar nas prateleiras até o fim do ano, mas sem parceria com a rede de fast food americana - no Brasil, o Burger King é parceiro da Marfrig.

A NotCo utiliza algoritmos de inteligência artificial para gerar receitas de seus produtos, usando a computação para achar combinação de ingredientes que possam substituir como carne e leite. No caso do hambúrguer utilizado no Rebel Whopper, uma versão do lanche tradicional do Burger King, a receita leva base proteica de soja e busca reproduzir o sabor e a textura que o lanche já tem originalmente.

Hambúrguer do Rebel Whopper tem receita desenvolvida por algoritmo 
Hambúrguer do Rebel Whopper tem receita desenvolvida por algoritmo
Foto: Divulgação/NotCo / Estadão

Apesar de 100% vegetal, o hambúrguer não é uma opção para os veganos. A empresa alerta que eles serão preparados nas mesmas grelhas que hambúrgueres de origem animal, mas ressalta que continua sendo uma opção para quem deseja diminuir ou variar o consumo de carne.

Segundo Flávia Buchmann, diretora de marketing da NotCo, apesar da produção de alimentos sem origem animal, a proposta da empresa não é ser uma referência só de nicho vegano, mas também abranger outros públicos no consumo.

"Queremos estar em uma rota de distribuição massiva. Nossa visão é estar em todos os restaurantes e todos os supermercados para permitir que, na nossa vida diária, pessoas que ainda não fizeram a decisão de trocar ou de pensar ativamente em deixar essa alimentação, mas estão buscando consumir de maneira mais responsável com o meio ambiente, tenham acesso", afirmou Flávia em entrevista ao Estado.

Para o Brasil, a receita tanto do hambúrguer quanto dos negócios deve ser outra. O plano é que o produto chegue nas prateleiras dos supermercados com sabor e textura diferentes da recém lançada pela NotCo. Ainda sem data de lançamento, a expectativa é que o Not Burger faça companhia para produtos já existentes no País - como Not Mayo, Not Milk e Not IceCream - até o final deste ano.

"Para nós é uma missão. Sempre que a gente chega em um cliente ou em um país novo, ainda mais no Brasil, representa um passo gigante em concretizar nossa visão que é fazer com que a alimentação saudável, deliciosa e que respeite o meio ambiente chegue a mais pessoas". Criada em 2015, a NotCo conta com investimento do fundo Bezos Expedition, de Jeff Bezos, presidente executivo da Amazon, além de The Craftory, Kaszek Ventures, a aceleradora americana IndieBio e o fundo Maya Capital.

Veja também:

Quest 2: o dispositivo de realidade virtual do Facebook
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade