PUBLICIDADE

Senador Marcos do Val é filmado trocando empurrões com deputado bolsonarista

Marcos do Val usou as redes sociais para afirmar que Gilvan teria retomado a discussão no saguão do aeroporto e o empurrado, ao que o senador revidou com um tapa no peito do deputado

21 jun 2024 - 20h00
Compartilhar
Exibir comentários

Na manhã de quinta-feira, 20 de junho, um dia após um desentendimento acalorado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, o senador Marcos do Val (Podemos-ES) e o deputado Gilvan da Federal (PL-ES) levaram a disputa para fora do Congresso Nacional. Os dois parlamentares protagonizaram uma briga com empurrões no Aeroporto Internacional de Vitória.

Discussão ocorreu no Aeroporto de Vitória
Discussão ocorreu no Aeroporto de Vitória
Foto: Reprodução / Perfil Brasil

Marcos do Val usou as redes sociais para afirmar que Gilvan teria retomado a discussão no saguão do aeroporto e o empurrado, ao que o senador revidou com um tapa no peito do deputado. "No aeroporto, Gilvan tentou me agredir, demonstrando mais uma vez seu desrespeito e comportamento inadequado. É evidente que eles planejam essas situações para se promoverem nas redes sociais. Não produzem nada de positivo para o nosso Estado, apenas buscam notoriedade através de polêmicas fabricadas. Não vou tolerar esse tipo de conduta. Já estou tomando as providências necessárias e farei uma denúncia formal ao Conselho de Ética. É inaceitável que um parlamentar utilize de agressões e provocações para ganhar atenção. Precisamos de representantes que atuem com seriedade e compromisso com o povo", declarou Marcos do Val.

Por outro lado, Gilvan da Federal afirmou que o senador é quem procurou a confusão. "Ele me viu, saiu de onde estava e veio andando para trás de novo para arrumar confusão. Ele está procurando confusão porque está apagado no Espírito Santo, não tem credibilidade nenhuma e está procurando holofote", disse Gilvan.

Marcos do Val, em nota oficial, alegou ter sido provocado pelo deputado e reagido para defender sua integridade. "O deputado, conhecido por arrumar confusões em todos os lugares que frequenta, recusou-se a sair e tentou agredir o senador, que, ao se defender, acabou por afastá-lo", afirmou o senador.

Embate entre senador e deputado na CCJ

A disputa entre os dois parlamentares começou durante uma sessão da CCJ na quarta-feira, 19 de junho, quando Gilvan alegou ter reagido a uma tentativa de intimidação por parte de Do Val. Nas redes sociais, Gilvan chamou o senador de traidor e "Swat da Shopee", uma referência à alegação de Do Val de ter treinado a tropa de elite americana SWAT.

"O senador que disse que 'o Bolsonaro o chamou pra dar um golpe' e que 'detestava ser chamado de senador bolsonarista' veio tentar ofender a mim e ao senador Magno Malta. Mexeu com o cara errado, 'Swat' da Shopee. Não recuo pra traidor 1cm", escreveu Gilvan.

Perfil Brasil
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade