PUBLICIDADE

São Paulo ensolarada, poluída e quente

Sem chuva e sem vento, a concentração de poluentes aumenta em São Paulo. Temperatura segue muito acima do normal pelo menos até a próxima terça-feira.

14 jun 2024 - 02h57
Compartilhar
Exibir comentários

Ar seco e mais poluído

A média de precipitação para junho em São Paulo é de aproximadamente 60 mm, mais ainda não choveu este mês. A falta de chuva e de vento está deixando o ar mais poluído. A concentração de poluentes está aumentando. A qualidade do ar ontem na região de Taboão da Serra foi considerada ruim no fim da tarde, pela avaliação da Cetesb. A maioria das áreas da capital paulista teve qualidade do ar moderada.

Não tem previsão de chuva pelo menos até o dia 18 de junho.

Foto: Climatempo

Sem chuva e sem vento, a concentração de poluentes aumenta em São Paulo - 13/6/24

(Foto: São Paulo, SP, por André C.)

Fim de semana

Não há previsão de mudança no tempo no fim de semana, que será o último do outono. O sol forte, calor e ar seco predominam na Grande São Paulo e em todo o estado de São Paulo.

O inverno de 2024 começa astronomicamente às 17h51 de 20 de junho.

Calor de junho de 2024

Na quarta-feira passada, 12 de junho, pela quarta vez este mês e quase consecutiva, a cidade de São Paulo registrou temperatura na marca dos 28°C. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 28,3°C de temperatura máxima, o mesmo valor ocorrido em 10 de junho. Para junho, foi a maior temperatura em São Paulo desde os 28,5°C de 13 de junho de 2020.

A média das máximas de 1 a 12 de junho está em 26,2°C. Considerando os valores previstos até o dia 15, a primeira quinzena de junho de 2024 poderá fechar com média de máxima de 26,7°C. A média normal de temperatura máxima para junho é de 22,9°C, pelos cálculos do Inmet para o período de 1991 a 2020.

Junho de 2024 já conta com quatro dias com máximas maior ou igual a 28°C. A última vez que isto ocorreu foi no ano de 2002.

No período de 1961 a 2024, o maior número de dias com temperatura máxima igual ou maior a 28°C em junho foi no ano de 1972, com 6 dias, mas não sequenciais.

Este recorde poderá ser batido em junho de 2024, que já conta com quatro máximas iguais ou maiores do que 28°C. 

Se as previsões se confirmarem teremos 9 dias com temperatura máxima igual ou maior a 28°C até o dia 18 de junho.

Climatempo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade