0

Presidente interina chega à sede do governo da Bolívia

13 nov 2019
11h45
atualizado às 14h20
  • separator
  • 0
  • comentários

A líder interina da Bolívia, Jeanine Áñez, chegou nesta quarta-feira à Casa do Governo, no centro de La Paz, para assumir suas funções depois de se autoproclamar presidente no dia anterior na tentativa de acabar com o vácuo de poder surgido após a renúncia de Evo Morales.

Foto: Carlos Garcia Rawlins / Reuters

Em meio à crise política desencadeada pela saída de Morales sob pressão das Forças Armadas, os enfrentamentos entre seguidores e opositores do ex-presidente continuavam. Na tarde desta quarta-feira se espera uma grande manifestação convocada por um sindicato de professores da capital boliviana.

Áñez chegou de manhã ao "Palácio Quemado", como é conhecido o edifício presidencial boliviano histórico, que Morales havia deixado de usar por considerá-lo um símbolo do velho poder.

A presidenta interina é questionada pelos partidários de Morales porque a Assembleia Legislativa na qual assumiu a Presidência interinamente não reuniu o quórum necessário devido à ausência dos parlamentares leais ao ex-presidente, que na segunda-feira deixou o país para se asilar no México.

Com a ascensão de Áñez, a oposição pretende preencher o vácuo de poder surgido após a renúncia de Morales, de seu vice-presidente e dos titulares de ambas as câmaras do Congresso.

O líder indígena abandonou o cargo no domingo denunciando um golpe de Estado depois que as Forças Armadas lhe "sugeriram" renunciar em meio aos grandes protestos de opositores que o acusavam de cometer fraude nas eleições de 20 de outubro.

A situação institucional da Bolívia provocou divisões na América Latina entre uma centro-direita que considera que Morales cometeu fraude e devia deixar o poder e uma centro-esquerda que aponta um golpe de Estado contra ele.

Nesta quarta-feira, o governo do presidente Jair Bolsonaro reconheceu Áñez como presidente da Bolívia através de uma mensagem no Twitter.

Membros das Forças Armadas da Bolívia protegem entrada de Palácio Presidencial em La Paz
13/11/2019
REUTERS/Carlos Garcia Rawlins
Membros das Forças Armadas da Bolívia protegem entrada de Palácio Presidencial em La Paz 13/11/2019 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins
Foto: Reuters

 

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade