PUBLICIDADE

Porto Alegre pode adotar Pix como pagamento nos ônibus e lotações

Projeto de lei em trâmite propõe a inclusão do Pix como opção de pagamento no transporte público municipal

2 jul 2023 - 12h16
Compartilhar
Exibir comentários

A Câmara Municipal de Porto Alegre está analisando um projeto de lei que pretende tornar obrigatória a opção de pagamento por Pix nos ônibus e lotações da cidade. Proposta pelo vereador Gilson Padeiro (PSDB), o projeto destaca a importância de garantir que as empresas pagas e permissionárias de transporte público municipal garantam aos usuários a comodidade de realizar o pagamento da tarifa por meio do Pix.

Foto: Alex Rocha/PMPA / Porto Alegre 24 horas

O projeto estabelece que o pagamento por Pix deve estar disponível para todos os usuários, independentemente do sistema operacional de seus smartphones ou da instituição financeira utilizada, desde que aprovado pelo Banco Central do Brasil. Além disso, o projeto proíbe a cobrança de taxas adicionais sobre o pagamento. Segundo o vereador Padeiro, a iniciativa tem como objetivo facilitar a vida dos usuários, eliminando a necessidade de carregar dinheiro ou se preocupar com o troco na hora de pagar a tarifa.

O sistema de pagamentos instantâneos Pix já conta com mais de 149 milhões de usuários e 613,7 milhões de chaves cadastradas no Diretório de Identificadores de Contas Transacionais (DICT) do Banco Central. Desde seu lançamento no final de 2020, o Pix tem ganhado espaço no mercado, representando 29% de todas as transações registradas em 2022, em comparação com os 16% do ano anterior. Essa modalidade de pagamento tem contribuído para a digitalização das transações financeiras no Brasil, proporcionando inclusão e acessibilidade a pessoas que antes não realizavam downloads. O Banco Central destaca que, em apenas dois anos de operação, o Pix se tornou o meio com o maior número anual de transações no país.

Porto Alegre 24 horas
Compartilhar
Publicidade
Publicidade