PUBLICIDADE

Pesquisa prevê crescimento de 30% em TI em 2021

Como exemplo disso, a Hostnet, empresa do setor de Tecnologia investe no mercado e expande em 27 % o número de franquias em 2021.

15 jun 2021 15h33
ver comentários
Publicidade

Há pouco mais de um ano, profissionais e empresários se viram diante das restrições impostas pela pandemia decorrente do novo coronavírus. Como saída para garantir a sobrevivência dos negócios, gestores foram impelidos a investir em recursos virtuais e assim manter o equilíbrio financeiro. O mundo empresarial já caminhava em direção à adesão ao digital, mas as recomendações de distanciamento social contribuíram para a aceleração do processo.

O ano de 2021 está quase no meio e as projeções positivas para o mercado de tecnologia começam a se concretizar. Um estudo da Advance Consulting, empresa de consultoria e treinamento em vendas, previu um crescimento de 14% para o mercado brasileiro de tecnologia da informação - sendo que empresas de infraestrutura como serviços e nuvem podem ir além, com um aumento de 30%. As análises da Advance ainda preveem que 69% da infraestrutura das empresas de TI brasileiras estarão na nuvem até janeiro de 2022.

Aquecimento econômico

Com a retomada da economia, as projeções para encerrar 2021 são positivas. A estimativa do Ministério da Economia, de acordo com os dados do Boletim Macrofiscal de maio, é de um aumento de 3,2% para 3,5% do PIB, chegando a R$ 8,42 trilhões.

O mercado de tecnologia e Internet, no Brasil, ainda tem muito a crescer até construir um paralelo com mercados de ponta de países mais desenvolvidos e isso é um caminho aberto para comercializar produtos e serviços como: criação de sites, lojas virtuais, aplicativos, automação de e-mail marketing, infraestrutura de hospedagem de sites, registro de domínio e e-mail corporativo.

De acordo com Divina Leide, dona da unidade Hostnet Orlândia - SP, franquia de tecnologia e marketing digital, o setor foi impactado pela tendência da realização de negócios pela Internet e a possibilidade de trabalhar home based, atendendo a demanda com este modelo de franchising. "Mesmo em tempos difíceis, coisas boas acontecem. Empresas e empreendedores precisam se adaptar ao mercado digital, e é aí que entramos, oferecendo nossos serviços", destacou a franqueada.

Segundo dados publicados pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), o cenário ainda é desafiador. No entanto, houve um crescimento expressivo das unidades Home Based (enxutas, que dispensam ponto comercial), subindo sua participação de 7,1% para 10,3%, no primeiro trimestre de 2021, fortalecendo o mercado.

O franchising na Hostnet segue este panorama. Nos últimos 12 meses a empresa de hospedagem de sites fechou contrato com mais nove franqueados, passando de 37 para 46 pontos de atendimento. O total de unidades inclui as franquias que ainda se encontram em fase de pré-ativação.

Foto: Divulgação / DINO

Negócios online

Muitas empresas tiveram que buscar formas inovadoras para manter as atividades. A digitalização foi uma das maneiras encontradas para a manutenção do negócio. Análises de mercado, projeções e treinamentos relacionados à tecnologia foram aliados durante esse processo.

Especialistas de tecnologia da Hostnet contam que, a área de TI tem muitas inovações, por isso, se manter conectado, ter disposição para aprender novas coisas e estar preparado para mudanças, são os primeiros passos para obter sucesso.

"Sabemos que a tecnologia muda a cada segundo e estamos aqui para ajudar outras empresas a se destacarem na internet tendo um website eficiente e se beneficiando de serviços como o marketing digital", finaliza Divina.

Para mais informações, basta acessar https://www.hostnet.com.br



Website:

http://www.hostnet.com.br
DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Publicidade
Publicidade