PUBLICIDADE

Novas tecnologias auxiliam na geração de energia renovável

Especialista comenta como o Brasil é destaque no setor, além de contar quais são as principais ferramentas e estratégias tecnológicas no âmbito energético

29 mar 2023 - 10h45
Compartilhar
Exibir comentários

Em 2022, o Brasil alcançou a marca de 92% de sua geração de energia elétrica proveniente de energias renováveis. A CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) divulgou os dados em fevereiro, que mostra a participação das usinas hidrelétricas, eólicas, solares e de biomassa no total produzido pelo SIN (Sistema Interligado Nacional) e a participação das energias renováveis foi a maior dos últimos 10 anos.

Foto: DINO / DINO

Segundo o CCEE, em 2022, as chuvas contribuíram para um aumento de 17,1% na produção das hidrelétricas, que no total, responderam por 73,6% do total gerado (45.613 MW médio). Já as usinas eólicas responderam por 14,6% (9.066 MW médio), enquanto as demais fontes, como biomassa, PCH (Pequenas Centrais Elétricas), CGH (Centrais Geradoras Hidrelétricas) e solar foram responsáveis por 11,8% (7.291 MW médio).

De acordo com o CCEE também, os estados que apresentaram o maior crescimento na produção de energia hidráulica no ano passado, em megawatts médio, foram: Paraná (1.728 MW), Minas Gerais (1.178 MW), Pará (599 MW), Santa Catarina (545 MW), Alagoas (484 MW), Rio Grande do Sul (366 MW), São Paulo (219 MW), Goiás (194 MW), Sergipe (176 MW), Tocantins (51 MW) e Mato Grosso (44 MW).

Já a energia solar fotovoltaica no Brasil cresceu em 45,7%, atingindo uma capacidade instalada de 7,4 GW, segundo os dados da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica). O órgão revelou que a energia proveniente dos raios solares é a que mais cresce no país, com aumento de 214% na quantidade equipada entre 2018 e 2020. 

Segundo a IRENA (Agência Internacional de Energia Renovável), a energia armazenada em baterias de íons de lítio pode ser até 80% mais barata do que a energia gerada por geradores a diesel em áreas remotas do Brasil. 

Para Rosane Roverelli, Managing Director da Advantech, as inovações tecnológicas têm tido um impacto significativo na geração de energia renovável no Brasil. Com o passar dos anos e a crescente demanda por energia limpa, e dos requisitos da ESG (Environmental, Social and Governance, em português, Governança Ambiental, Social e Corporativa), o país tem investido em tecnologias avançadas para aumentar a produção de energia renovável e torná-la mais eficiente.

As inovações tecnológicas na geração de energia limpa

A democratização da tecnologia está permitindo que mais empresas e indivíduos instalem painéis solares ou turbinas eólicas em suas casas e empresas, comenta Roverelli. "A tecnologia tem ajudado a tornar a produção de energia renovável mais eficiente e sustentável e novas técnicas de monitoramento e controle remoto estão sendo implementadas em hidrelétricas, subestações de energia e em parques eólicos e solares", explica. 

Roverelli comenta também  que esses avanços estão permitindo que as empresas ajustem as configurações para maximizar a produção de energia. "Há também tecnologias avançadas de armazenamento de energia que estão sendo desenvolvidas para permitir que a energia renovável seja usada de forma mais eficiente e consistente", ressalta.

Novas ferramentas e estratégias tecnológicas no mercado

De acordo com a McKinsey & Company, o uso de sistemas inteligentes de gerenciamento de energia pode ajudar a reduzir em até 30% o consumo de energia em edifícios comerciais e residenciais. "Esses sistemas ajudam a coordenar a geração e o uso de energia em tempo real, permitindo que as empresas maximizem a eficiência da produção de energia e minimizem os custos", revela a managing director da Advantech.

Rosane Roverelli diz que há várias estratégias tecnológicas que estão sendo usadas para impulsionar a geração de energia renovável no Brasil. Entre elas, se destacam os sistemas de monitoramento e controle, usados em tempo real e remotamente, e soluções de armazenamento de energia. "Essas soluções podem ajudar a garantir uma fonte estável de energia renovável e reduzir a necessidade de geração de energia a partir de fontes não renováveis", explica.

Além dessas soluções, Roverelli diz que existem também os Sistemas de Gestão de Energia, Soluções de Conectividade e IoT (Internet das Coisas, em português), e a Inteligência artificial, que ajudam a otimizar a operação das usinas e parques, aumentando a eficiência e reduzindo os custos. 

"Essas tecnologias estão tornando a produção de energia renovável mais acessível, eficiente e sustentável, permitindo que o Brasil continue sendo uma referência global na geração de energia renovável e avance em direção a um futuro mais limpo e sustentável", completa.

Para saber mais, basta acessar: (3) Advantech Brasil: minha empresa | LinkedIn ou https://www.advantech.com.br/

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade