PUBLICIDADE

Vacinas oferecem proteção contra Delta, mas menor em idosos

Dados de um estudo realizado nos EUA indicam que a vacina da Moderna é mais eficaz para prevenir hospitalizações em todas as idades

10 set 2021 16h39
| atualizado às 16h47
ver comentários
Publicidade
05/02/2021
REUTERS/Pilar Olivares
05/02/2021 REUTERS/Pilar Olivares
Foto: Reuters

Três estudos dos Estados Unidos indicam que as vacinas contra covid-19 oferecem proteção forte contra hospitalizações e mortes, mesmo em casos da variante Delta altamente transmissível, mas que esta proteção parece estar diminuindo em populações mais velhas, especialmente entre pessoas com pelo menos 75 anos.

Os dados norte-americanos sobre hospitalizações em nove Estados durante o período de predominância da Delta também levam a crer que a vacina da Moderna é mais eficaz para prevenir hospitalizações em indivíduos de todas as idades do que as vacinas da Pfizer ou da Janssen.

No estudo de mais de 32 mil pessoas que estiveram em centros de urgência, prontos-socorros e hospitais, a vacina da Moderna se mostrou 95% eficaz na prevenção de hospitalizações, a da Pfizer, 80% e a da J&J, 60%.

No geral, as conclusões divulgadas nesta sexta-feira no relatório semanal de mortes e doenças do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC) mostram que as vacinas continuam a oferecer uma proteção forte contra a covid-19.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade