0

Trump recusa telefonema de parabéns a Putin

19 mar 2018
19h50
  • separator
  • 0
  • comentários

A Casa Branca afirmou nesta segunda-feira (19) que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não telefonará para Vladimir Putin para felicitá-lo pela vitória nas eleições na Rússia.
    "Não estamos surpresos com o resultado", justificou um porta-voz do governo norte-americano, Hogan Gidley. Atualmente, aliados de Trump são investigados por suposto conluio com representantes russos para beneficiá-lo na disputa contra Hillary Clinton em 2016.
    Por sua vez, o presidente da Itália, Sergio Mattarella, enviou uma mensagem a Putin e disse esperar que "Moscou e Roma continuem trabalhando para identificar soluções compartilhadas para os múltiplos desafios que vêm pela frente".
    "Por ocasião de sua reeleição à Presidência da Federação Russa, envio, em nome do povo italiano e em meu pessoal, cordiais felicitações e desejos de sucesso no desenvolvimento de seu alto mandato", escreveu.

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade