1 evento ao vivo

Trump duvida que EUA precisem enviar mais tropas para o Oriente Médio

23 mai 2019
19h27
  • separator
  • 0
  • comentários

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na quinta-feira que não acredita que mais tropas dos Estados Unidos são necessárias no Oriente Médio para conter a ameaça do Irã, levantando dúvidas sobre um plano do Pentágono para reforçar as forças do país na região. 

Trump, em evento na Casa Branca 23/5/2019 REUTERS/Carlos Barria
Trump, em evento na Casa Branca 23/5/2019 REUTERS/Carlos Barria
Foto: Reuters

"Eu não acho que vamos precisar delas. Eu realmente acho que não", disse Trump a jornalistas. "Eu certamente enviaria tropas se precisássemos delas." Se necessário for "estaremos lá no número necessário", acrescentou. 

Trump, que tem se focado em tentar reduzir o número de tropas dos Estados Unidos destacadas pelo mundo, falou brevemente antes de passar por uma reunião na Casa Branca na qual seria informado sobre um novo plano de destacamento de tropas pelo secretário de Defesa em exercício Patrick Shanahan. 

Shanahan disse que o Pentágono analisava o envio de mais tropas dos Estados Unidos para o Oriente Médio como uma das maneiras de aumentar a proteção à forças norte-americanas presentes ali em meio a tensões com o Irã. 

"O que estamos analisando é se há coisas que podemos fazer para aumentar a proteção das forças no Oriente Médio", disse Shanahan. 

"Isso pode envolver o envio de mais tropas." 

No entanto Shanahan, em comentários feitos a jornalistas na saída do Pentágono, rebateu informações que sugeriam números específicos de soldados que estavam sendo discutidos no momento, dizendo que "assim que houver uma mudança, lhes darei uma atualização". 

As tensões entre Teerã e Washington têm aumentado nas últimas semanas, enquanto Trump reforça ainda mais as sanções ao Irã, com o objetivo de diminuir a capacidade do país islâmico de comercializar seu petróleo em mercados internacionais. O governo Trump também tem alertado para possíveis planos do Irã contra os Estados Unidos e seus aliados. 

O Irã nega as acusações.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade