PUBLICIDADE

Trump ataca Biden após Talibã dominar Afeganistão

Ex-presidente disse que EUA vivem o momento mais humilhante

18 ago 2021 17h49
| atualizado às 18h23
ver comentários
Publicidade

Durante entrevista no canal Fox News, o republicano Donald Trump fez duras críticas ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, em relação à atual situação no Afeganistão após a retirada das tropas americanas. Trump comparou a "caótica" saída dos militares dos Estados Unidos do território afegão, que culminou na retomada do Talibã ao poder, a um "cordeiro indo para o matadouro".  

Ex-presidente dos EUA Donald Trump durante conferência conservadora em Orlando
28/02/2021 REUTERS/Joe Skipper
Ex-presidente dos EUA Donald Trump durante conferência conservadora em Orlando 28/02/2021 REUTERS/Joe Skipper
Foto: Reuters

"É um momento terrível para o nosso país. Acho que nunca fomos tão humilhados. Nunca houve nada parecido com o que aconteceu", disse Trump. O ex-presidente americano afirmou que o cenário no país asiático supera a crise dos reféns americanos no Irã, em 1979, quando 52 cidadãos foram capturados e mantidos em cativeiro por mais de 400 dias, durante o governo de Jimmy Carter.

"Isso não é nada comparado com os helicópteros no Vietnã. Isso nem é uma competição. Esse foi o período mais humilhante que eu já vi", disse Trump. Segundo ele, é preciso deveriam "ter tirado as pessoas de lá".
"Imagine o Exército voltando para casa e deixando todas aquelas pessoas, isso é chamado de cordeiro que vai para o matadouro".

Trump argumentou que o Talibã poderia levar 40 mil americanos como reféns. "É como o capitão que abandona o navio que afunda e se esquece dos passageiros". Por fim, o magnata ressaltou que nunca confiou no presidente afegão, Ashraf Ghani, que fugiu e está exilado nos Emirados Árabes Unidos, e que ele estava na política apenas pelo dinheiro e pelos jantares.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade