PUBLICIDADE

Mundo

Taxistas italianos anunciam greve nacional de 48h em junho

Anúncio foi feito depois de paralisação na semana passada

27 mai 2024 - 09h42
(atualizado às 10h09)
Compartilhar
Exibir comentários

Os taxistas italianos anunciaram nesta segunda-feira (27) uma greve nacional contra a desregulamentação do setor e a concessão de novas licenças entre os próximos dias 5 e 6 de junho.

    O sindicato da categoria disse estar "insatisfeito" por não ter sido convocado para uma reunião com o governo italiano, após a recente greve do setor na semana passada.

    "Como não foi recebida nenhuma chamada após a greve nacional convocada no último dia 21 de maio, contra os fenômenos abusivos generalizados de atividade ilegal presentes no setor e para pedir a regulamentação das plataformas tecnológicas, fomos obrigados a proclamar um novo encerramento nacional de 48 horas, para 5 e 6 de junho", diz a nota.

    O anúncio foi feito pela Ugl taxi, Federtaxi Cisal, Satam, Tam, Claai, Unione Artigiani, Unione Tassisti d'Italia, Uritaxi, Fast Confal taxi, Unica táxi Cgil, Orsa taxi, Usb taxi e Unimpresa, Sitan/Atn.

    A greve nacional de 48 horas ocorrerá no período em que acontecerá as eleições europeias, conforme prometido pelos taxistas recentemente. A classe quer "combater o uso ilegítimo de autorizações e proteger a autonomia e a independência da escravidão dos algoritmos e das multinacionais".

    No entanto, associações de consumidores classificam as reivindicações como uma "greve inútil" que serve apenas "para manter os privilégios". .

Ansa - Brasil   
Compartilhar
Publicidade
Publicidade