PUBLICIDADE

Pequena ilha do Caribe estremece com maior explosão vulcânica de sua história

12 abr 2021
20h12 atualizado às 20h18
0comentários
20h12 atualizado às 20h18
Publicidade

Rios de lava quente, fragmentos de rocha e gás escorreram pelos flancos do vulcão La Soufriere na pequenina ilha caribenha de São Vicente nesta segunda-feira, após a maior explosão do vulcão até hoje, desde o início da erupção quatro dias antes.

Cinzas e fumaça do vulcão La Soufriere em Kingstown 
 9/4/2021    REUTERS/Robertson S. Henry
Cinzas e fumaça do vulcão La Soufriere em Kingstown 9/4/2021 REUTERS/Robertson S. Henry
Foto: Reuters

O La Soufriere entrou em erupção na sexta-feira após décadas de inatividade, bombeando nuvens escuras de cinzas a 10 quilômetros e forçando a saída de moradores da região por terra e por mar. 

Nenhuma morte foi reportada até agora, mas cerca de um terço da área da ilha está isolada e o espaço aéreo continua fechado enquanto o fornecimento de água e energia elétrica está intermitente em algumas comunidades. 

Vários habitantes da ilha disseram à Reuters que estavam evitando sair já que as cinzas estão entupindo o ar e se transformando em algo parecido com cimento em contato com a chuva, dificultando a locomoção a pé, ou por carro. 

"Estamos sofrendo com as cinzas, e fica difícil respirar às vezes", disse Aria Scott, de 19 anos, uma estudante moradora da capital Kingstown. "Eu não vou lá fora pois não quero assumir o risco". 

A explosão de segunda-feira, que aconteceu às 4 da manhã no horário local, foi a mais poderosa até hoje, afirmou Erouscila Joseph, diretora do Centro de Estudos Sísmicos da Universidade das Índias Ocidentais, que alertou que a erupção pode causar torrentes de lama conforme as cinzas chegarem aos rios. 

"Acreditamos que mais explosões são possíveis nos próximos dias ou semanas", disse.

São Vicente e Granadinas, que tem população de pouco mais de 100 mil pessoas, não passa por atividade vulcânica desde 1979, quando uma erupção causou cerca de 100 milhões de dólares em prejuízos. A erupção do La Soufriere - que significa "saída de enxofre" em francês - em 1902 matou mais de mil pessoas.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade