4 eventos ao vivo

Empatados, Obama e Romney fazem campanha nos Estados decisivos

5 nov 2012
11h24
atualizado às 12h15

A um dia da eleição presidencial nos EUA e empatados nas pesquisas de intenção de voto, o presidente Barack Obama e o republicano Mitt Romney concentram seus esforços nos Estados decisivos para a vitória. A corrida para a Casa Branca permanence acirrada enquanto os candidatos cruzam o país para expor seus argumentos finais aos eleitores dos estados decisivos nesta segunda-feira (05/11), véspera da eleição.

Vestindo uma jaqueta militar, o presidente Barack Obama discursa no aeroporto de Green Bay, em Wisconsin. Na reta final da campanha eleitoral nos EUA, Obama e Mitt Romney intensificam os esforços para conquistar os votos dos indecisos
Vestindo uma jaqueta militar, o presidente Barack Obama discursa no aeroporto de Green Bay, em Wisconsin. Na reta final da campanha eleitoral nos EUA, Obama e Mitt Romney intensificam os esforços para conquistar os votos dos indecisos
Foto: AP

Especiais
Entenda o funcionamento do processo eleitoral americano
Acompanhe as pesquisas nos Swing States, os Estados decisivos
Nesta eleição, o assunto é a economia; entenda


Especial traz reportagens dos bastiões democratas e republicanos
Veja como foram os debates presidenciais

Perfis dos candidatos
Barack Obama: do sonho do idealismo ao esforço do realismo
Romney e os republicanos: entre o favoritismo e o ceticismo

Tanto o presidente Barack Obama quanto o seu desafiante, o republicano Mitt Romney, pretendem passar por quatro desses Estados antes de encerrar oficialmente a campanha. Em comum, apenas Ohio, tido como decisivo principalmente para os republicanos. Obama começa o dia em Wisconsin, depois vai para Ohio e segue para Iowa, o estado onde iniciou sua campanha presidencial em 2008, antes de retornar para Chicago (Illinois), sua base eleitoral.

Romney começa o dia no maior dos estados decisivos: Flórida. Depois viaja para a Virgínia, de onde segue para Ohio, o Estado-chave para os republicanos. Ele encerra a campanha em New Hampshire, mesmo local onde a iniciou, há 18 meses. Obama e Romney estão virtualmente empatados em quase todas as pesquisas. Segundo uma sondagem da rede de televisão CNN, ambos os candidatos têm 49% das intenções de voto.

Apesar dos números "apertados" nas pesquisas eleitorais em todo o país, Obama aparece com vantagem mais ampla segundo os levantamentos que consideram a contagem indireta dos votos, já que a eleição dos Estados Unidos não é definida pelo voto popular. No Colégio Eleitoral, onde ocorre a decisão que elege o presidente no país, Obama já teria ultrapassado os 270 votos necessários para ganhar um novo mandato, segundo dados de análises das pesquisas do New York Times, dos site Real Clear Politics e do Huffington Post.

De acordo com levantamento feito pela NBC News e o jornal Wall Street Journal, Obama lidera com 48%, com um ponto de diferença sobre Romney. Apenas o Centro Pew prevê a vitória do presidente, com 50% contra 47%, com uma margem de erro de 2,2 pontos percentuais. Cerca de 27 milhões de norte-americanos já votaram mais cedo nesta eleição.

Pesquisa da CNN
Segundo a sondagem da CNN, 53% das mulheres pretendem votar em Obama contra 44% dos homens, uma diferença de nove pontos que "poderá ser a maior desde 1996", afirma o diretor de sondagens da rede de TV, Keating Holland. Holland também constatou que Obama "tem menos apoio entre os mais jovens do que há quatro anos" e que os dois candidatos estão empatados no que se refere ao apoio dos idosos.

Romney continua a liderar as intenções entre os eleitores brancos, com 57% contra 40% de Obama. O presidente apresenta uma vantagem entre os eleitores com rendimentos inferiores a US$ 50 mil, com 56% contra 40% de Romney. O republicano conta com o apoio dos eleitores mais ricos 52% contra 47% de Obama.

Americanos vão às urnas
Os americanos escolhem nesta terça-feira seu presidente. O atual mandatário, o democrata Barack Obama, disputa a preferência dos eleitores com o republicano Mitt Romney. Diferente do Brasil, as eleições americanas são indiretas. O candidato mais votado em cada Estado leva todos os seus delegados. No fim, o candidato com maior número de delegados - e não de votos - sai vencedor. O Terra, maior empresa latino-americana de mídia digital, faz a cobertura completa das eleições presidenciais nos EUA e acompanha a apuração de votos em tempo real.

Deutsche Welle A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas.
publicidade