PUBLICIDADE

Dupla cruel: Boko Haram promete lealdade ao Estado Islâmico

Boko Haram vem travando uma campanha militar há seis anos para criar um Estado islâmico no norte da Nigéria

7 mar 2015
18h29 atualizado às 18h58
0comentários
18h29 atualizado às 18h58
Publicidade
<p>Líder do Boko Haram, Abubakar Shekau, ao lado do líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi</p>
Líder do Boko Haram, Abubakar Shekau, ao lado do líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi
Foto: Arte Terra

O grupo militante islâmico da Nigéria Boko Haram prometeu lealdade ao Estado Islâmico, que controla um califado autodeclarado em regiões do Iraque e da Síria, de acordo com um vídeo online divulgado neste sábado.

“Nós anunciamos nossa fidelidade ao califa e iremos ouvi-lo e obedecê-lo em tempos de dificuldade e prosperidade”, dizia a tradução para o inglês de um vídeo divulgado em árabe que supostamente é do grupo militante nigeriano.

Desvendando o Estado Islâmico Desvendando o Estado Islâmico

A promessa de lealdade foi atribuída ao líder do Boko Haram, Abubakar Shekau.

O vídeo identificou o califa como sendo Ibrahin ibn Awad ibn Ibrahim al-Awad al-Qurashi, mais conhecido como Abu Bakr al-Baghdadi, líder do Estado Islâmico e autoproclamado califa do mundo mulçumano.

Novos ataques matam 35 na Nigéria:

Baghdadi já aceitou o juramento de lealdade de outros grupos jihadistas do Oriente Médio, Afeganistão, Paquistão e norte da África.

O Boko Haram vem travando uma campanha militar há seis anos para criar um Estado islâmico no norte da Nigéria.

Neste sábado, quatro explosões mataram pelo menos 50 pessoas na cidade nigeriana de Maiduguri, em um dos piores ataques desde que militantes do Boko Haram tentaram tomar a cidade com dois grandes ataques no início do ano.

Foto: Arte Terra

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade