0

Irã suspende mais um compromisso de acordo nuclear

País pressiona Europa a compensar sanções de Trump

8 set 2019
15h07
atualizado às 15h28
  • separator
  • 0
  • comentários

O Irã anunciou neste sábado (7) a suspensão de mais um compromisso do acordo nuclear de 2015, rompido pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no ano passado.

O presidente do Irã, Hassan Rohani
O presidente do Irã, Hassan Rohani
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Com o objetivo de pressionar as potências europeias a tomarem medidas para compensar as sanções americanas, a agência atômica do país passou a introduzir gás de urânio (usado no enriquecimento da substância) em suas centrífugas.

Anteriormente, o país já havia iniciado o enriquecimento de urânio até 5% e superado os limites de armazenamento do elemento químico e de água pesada. O Irã também começou a anular as barreiras para pesquisa e planeja desenvolver centrífugas mais avançadas.

Além disso, o porta-voz da agência atômica, Behrouz Kamalvandi, disse que o país tem capacidade de enriquecer urânio "bem acima" de 20%, o limite do nível usado para produção de energia nuclear - para fazer uma bomba atômica, é preciso elevar o enriquecimento a cerca de 90%.

"Eles devem saber que não sobrou muito tempo para salvar o acordo nuclear", disse Kamalvandi, em recado para Alemanha, França, Reino Unido e União Europeia. "Todos esses passos são reversíveis, desde que as outras partes mantenham as promessas", acrescentou.

Veja também:

Ansa - Brasil   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade