PUBLICIDADE

Ex-vice-presidente dos EUA, Walter Mondale morre aos 93 anos

20 abr 2021 12h42
ver comentários
Publicidade

Walter Mondale, voz democrata liberal destacada dos Estados Unidos no final do século 20, que foi vice-presidente de Jimmy Carter e perdeu de Ronald Reagan por uma grande margem na eleição presidencial de 1984, morreu na segunda-feira aos 93 anos, informou sua família.

20/10/2015
REUTERS/Joshua Roberts
20/10/2015 REUTERS/Joshua Roberts
Foto: Reuters

"Bem, minha hora chegou. Estou ansioso para reencontrar Joan e Eleanor", disse Mondale em um comunicado à sua equipe, e divulgado ao público após sua morte, que faz referência à sua falecida esposa, Joan, que morreu em 2014, e à filha, Eleanor, que faleceu em 2011 aos 51 anos. "Antes de ir, queria que vocês soubessem o quanto significam para mim."

Mondale, o primeiro presidenciável norte-americano de vulto a escolher uma mulher como colega de chapa, acreditava em um governo ativista e trabalhou pelos direitos civis, pela integração escolar, pela proteção do consumidor e por interesses agrícolas e trabalhistas como senador e vice-presidente do conturbado mandato de Carter entre 1977 e 1981.

Ele também foi embaixador dos EUA no Japão entre 1993 e 1996 a serviço de Bill Clinton.

Mondale conversou nos últimos dias com Carter, Clinton, o presidente, Joe Biden, e a vice-presidente, Kamala Harris, disse um porta-voz da família.

"Foi com grande tristeza que Jill e eu soubemos do falecimento do vice-presidente Walter Mondale, mas com muita gratidão por termos podido chamar um dos patriotas e servidores públicos mais dedicados de nossa nação de amigo e mentor querido", disseram Biden e a primeira-dama, Jill Biden, em um comunicado.

"Hoje lamento o falecimento de meu amigo querido Walter Mondale, que considero o melhor vice-presidente da história de nosso país", disse Carter, de 96 anos, em um comunicado que também louvou a habilidade política e a integridade de Mondale.

Ele nem sempre concordou com Carter, como quando se opôs em particular a um discurso de 1979 no qual o presidente disse aos norte-americanos atormentados por uma economia ruim que eles estavam sofrendo de uma "crise de confiança". Mondale até cogitou renunciar por causa do discurso.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade