PUBLICIDADE

Ex-cardeal McCarrick é indiciado por pedofilia nos EUA

Norte-americano foi expulso da Igreja por Francisco em 2019

29 jul 2021 13h13
| atualizado às 13h25
ver comentários
Publicidade

O ex-cardeal e ex-arcebispo de Washington Theodore McCarrick foi indiciado formalmente por abusos sexuais de menores em Massachusetts, nos Estados Unidos, informa o jornal "Boston Globe" nesta quinta-feira (29).

McCarrick foi expulso da Igreja Católica em 2019
McCarrick foi expulso da Igreja Católica em 2019
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

O ex-prelado é o mais alto membro da Igreja Católica no país a responder formalmente por pedofilia e essa é a primeira acusação que é feita pelo sistema judicial dos EUA.

A acusação do tribunal é sobre o abuso sexual de um rapaz que tinha 16 anos na época do crime, que teria acontecido na década de 1970 durante um evento religioso no Wellesley College.

McCarrick foi expulso da Igreja Católica em 2019 pelo papa Francisco e foi alvo de um inquérito mesmo após a sua saída.

Revelado ao público em novembro de 2020, o relatório de 400 páginas mostra o acobertamento ocorrido dentro da instituição sobre os crimes cometidos pelo religioso. O texto analisa toda a vida de McCarrick e vai de 1930, ano de seu nascimento, até 2017, quando houve a primeira denúncia formal à Arquidiocese de Nova York.

O relatório tem depoimentos de 90 testemunhas e vítimas e detalha tanto os crimes cometidos pelo então religioso, um dos mais poderosos dos EUA, como as decisões do Vaticano ao promover McCarrick dentro da hierarquia da Igreja. Além dos menores, o ex-religioso é também acusado de abusar de seminaristas.

Após a divulgação, Francisco classificou o documento como "doloroso" e disse estar "próximo das vítimas de abusos". .
   

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade