0

Ucrânia: Yanukovich é procurado por "assassinato em massa"

Paradeiro do presidente deposto Viktor Yanukovich é desconhecido

24 fev 2014
05h44
atualizado às 07h39
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Ministério do Interior da Ucrânia anunciou nesta segunda-feira que foi iniciado um processo penal contra o presidente deposto Viktor Yanukovich por "assassinato em massa" e foi expedida contra ele uma ordem de busca e captura.

"Foi aberto um processo penal por assassinato em massa de cidadãos pacíficos. Yanukovich e outros funcionários de alto escalão estão em busca e captura", escreveu no Facebook o titular da pasta, Asden Avakov.

Pouco antes, o Serviço de Segurança (antigo KGB) da Ucrânia assinalou que não sabe onde Yanukovich se encontra, embora acredite que continue no país.

"Neste momento, Yanukovich não está detido, e ainda não se determinou seu paradeiro", disse uma fonte do serviço secreto à agência local Ukrinform, desmentindo assim rumores que circularam esta noite pelas redes sociais de que o ex-presidente tinha sido detido na Crimeia (sul do país). A fonte também desmentiu os rumores de que Yanukovich quer fugir da Ucrânia por via marítima.

Segundo informaram as autoridades ucranianas neste fim de semana, o ex-presidente, que no sábado foi cassado pelo Parlamento, tentou sair do país em um avião particular, mas o voo não foi autorizado pela guarda de fronteiras.

Desde então, e após ter denunciado que na Ucrânia não houve uma revolução, mas um golpe de Estado, Yanukovich se encontra em paradeiro desconhecido, enquanto o grupo parlamentar de seu Partido das Regiões o culpou, em uma declaração institucional, pela situação criada.

<a data-cke-saved-href="http://noticias.terra.com.br/mundo/crise-na-ucrania/" href="http://noticias.terra.com.br/mundo/crise-na-ucrania/">veja o infográfico</a>

Veja também:

Penteado "estilo quarentena" virou coisa do passado
EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade