3 eventos ao vivo

Papa denuncia 'drama dos imigrantes e dos refugiados'

29 dez 2013
11h47

O papa Francisco denunciou, durante o Ângelus deste domingo, "o drama dos imigrantes e dos refugiados", forçados ao exílio assim como a Sagrada Família, que precisou fugir para o Egito e cuja festa é celebrada neste domingo.

Citando o Evangelho, Francisco lembrou que "José, Maria e Jesus sofreram as condições dramáticas dos refugiados, marcadas pelo medo, a incerteza e a privação".

"Infelizmente, milhões de famílias podem se reconhecer nesta triste realidade hoje em dia", disse o Papa, que lamentou, ainda, o fato de os refugiados nem sempre terem "direito a uma acolhida, ao respeito e ao reconhecimento de seus valores".

Segundo o Sumo Pontífice, Jesus escolheu fazer parte de uma família que passou por essas dificuldades. "Deus quis nascer em uma família humana, quis ter um pai e uma mãe, como nós", acrescentou.

Antes de propor à multidão reunida na Praça de São Pedro que ouvisse sua oração dedicada à Sagrada Família, cuja festa é celebrada no último domingo de dezembro, o Papa pediu que as famílias "tomem consciência de sua importância na Igreja e na sociedade".

"Frequentemente penso que, para saber como é uma família, basta ver como trata suas crianças e idosos", disse, acrescentando que os idosos às vezes são "exilados ocultos", tratados como "presenças que estorvam".

O Ângelus foi transmitido ao vivo para várias cidades do mundo.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade