1 evento ao vivo

Papa fará reunião sobre relações entre homens e mulheres

Igreja Católica convocou representantes de outras religiões para ouvir as suas opiniões sobre o casamento

4 nov 2014
13h43
atualizado às 13h44
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Representantes de diferentes religiões vão se reunir no Vaticano em meados de novembro para discutir os desafios do casamento e a relação complementar entre homem e mulher, informaram fontes do Vaticano nesta terça-feira.

O papa Francisco faz a oração do Angelus, na janela do Palácio Apostólico, no Vaticano, no domingo. 26/10/2014
O papa Francisco faz a oração do Angelus, na janela do Palácio Apostólico, no Vaticano, no domingo. 26/10/2014
Foto: Max Rossi / Reuters

A reunião, que será realizada entre os dias 17 e 19 de novembro, vai envolver 14 líderes de várias tradições religiosas de 23 países.

"A reunião foi convocada para examinar e propor mais uma vez a beleza do relacionamento entre homem e mulher, a fim de apoiar e revitalizar o casamento e a vida familiar para o florescimento da sociedade humana", diz o convite.

Um mês após a conclusão do Sínodo dos Bispos sobre a família, durante o qual foram abordados temas tabus para a Igreja Católica, como o casamento gay, a comunhão para divorciados que voltaram a casar e a convivência fora do casamento, a Igreja Católica convocou representantes de outras religiões para ouvir as suas opiniões sobre o casamento.

O Papa Francisco abrirá em 17 de novembro a reunião, durante a qual também serão projetadas entrevistas com homens e mulheres de todas as culturas e religiões comentando o desafio que é o casamento.

"Esperamos fortalecer a solidariedade mundial a favor do casamento para o bem dos cônjuges e de seus dependentes", sustentam os organizadores, incluindo a Congregação para a Doutrina da Fé, liderada pelo cardeal alemão Gerhard Ludwig Müller.

O cardeal, que representa a ala mais conservadora da Igreja, contrária à linha do Papa argentino, propôs há um ano a realização desta reunião.

Além de líderes cristãos participarão muçulmanos, judeus, hindus, budistas e outros.

Veja também:

Penteado "estilo quarentena" virou coisa do passado
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade