PUBLICIDADE

Uniões gays agora serão casamento e ponto, diz Ricky Martin

Astro porto-riquenho, atualmente com 43 anos, se destaca por reivindicar a igualdade de direitos para casais do mesmo sexo

26 jun 2015
13h26 atualizado às 15h39
0comentários
13h26 atualizado às 15h39
Publicidade
Ricky Martin diz que uniões gays nos EUA agora serão "casamento e ponto"
Ricky Martin diz que uniões gays nos EUA agora serão "casamento e ponto"
Foto: Twitter

Ricky Martin, que em 2010 revelou ser homossexual, comemorou nesta sexta-feira a decisão do Tribunal Supremo dos Estados Unidos de declarar inconstitucional qualquer proibição de casamento entre pessoas do mesmo sexo no país.

"Agora nos EUA não se chamará 'casamento igualitário'; se chamará CASAMENTO e ponto", escreveu em sua conta no Twitter poucos minutos depois de ser divulgada a decisão.

 

Siga o Terra Notícias no Twitter

O astro porto-riquenho, atualmente com 43 anos, se destacou nos últimos anos por reivindicar a igualdade de direitos para os casais do mesmo sexo.

Há apenas três meses, o governo de Porto Rico anunciou a decisão de mudar de atitude e deixar de defender perante os tribunais que o casamento devia ser apenas entre homem e mulher.

"Hoje é um grande dia para minha ilha, meu coração está pulando no peito", afirmou à época o cantor, "orgulhoso de viver em um país de igualdade".

Em 2010, ele lançou "Eu", livro no qual relata a luta interna que manteve por conta de sua decisão de se assumir gay e de sua origem latina.

EFE   
Publicidade
Publicidade