PUBLICIDADE

Estados Unidos

Justiça dos EUA ordena que ex-estrategista de Trump se entregue até 1º de julho

Steve Bannon foi condenado por se recusar a colaborar com investigação

6 jun 2024 - 17h44
Compartilhar
Exibir comentários
Steve Bannon deixa tribunal de Nova York 
 20/8/2020   REUTERS/Andrew Kelly
Steve Bannon deixa tribunal de Nova York 20/8/2020 REUTERS/Andrew Kelly
Foto: Reuters

A Justiça dos Estados Unidos ordenou nesta quinta-feira, 6, que Steve Bannon se entregue até o dia 1º de julho para cumprir pena de quatro meses de prisão. Ele foi condenado em 2022 por duas acusações de desacato ao Congresso por se recusar a entregar documentos ou testemunhar ao comitê que investigou o ataque ao Capitólio, em 2021.

Na ocasião, apoiadores de Donald Trump se juntaram em Washington, D.C. como protesto contra a eleição de Joe Biden. O assessor foi estrategista da campanha vitoriosa do ex-presidente norte-americano, em 2016. 

Apesar de ter sido condenado em 2022, Bannon foi autorizado a permanecer em liberdade enquanto aguardava o recurso. Agora, no entanto, ele deve cumprir pena atrás das grades

Além do ex-estrategista de Trump, Peter Navarro, outro ex-assessor do político, foi condenado pelas mesmas acusações e preso em março deste ano. Ele cumpre pena de quatro meses.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade