PUBLICIDADE

'Arregalou o olho, travou a respiração e apagou', diz namorado de paciente que morreu após peeling de fenol

Marcelo Camargo, namorado de Henrique Chagas, contou detalhes sobre como foram os últimos momentos de vida do empresário

6 jun 2024 - 17h09
(atualizado às 17h28)
Compartilhar
Exibir comentários

O protético Marcelo Camargo, de 49 anos, namorado de Henrique Chagas, que morreu após realizar peeling de fenol em uma clínica em São Paulo, contou detalhes sobre como foram os últimos momentos de vida do empresário. "Do nada ele apertou o meu braço, arregalou o olho, já travou a respiração, ficou sufocado e apagou", disse em entrevista ao Terra Agora, com produção de Aline Andreoni e reportagem de Luciana Pioto. 

Henrique morreu na segunda-feira, 3, após realizar um peeling facial na clínica estética de Natália Becker, no bairro do Campo Belo, região nobre de São Paulo. O procedimento foi realizado com o uso de fenol, uma substância que pode provocar alterações na frequência cardíaca, levando à arritmia e até a uma eventual parada cardíaca, caso o quadro não seja monitorado.

Confira a seguir os principais trechos da entrevista:

Marcelo, que acompanhou o namorado no dia do peeling, contou que, durante o preparo para o procedimento, uma funcionária da clínica "começou a riscar a pele" de Henrique. 

"Eu fiquei junto o tempo todo desse preparo. Parecia que um gato tinha atacado ele com força, estava todo arranhado. Ele foi arranhando todo o rosto", relembra. 

Em seguida, Marcelo disse que Natália entrou na sala e pediu para que ele esperasse do lado de fora, justificando que o cheiro do fenol era muito forte. "Ela estava com a porta fechada e, mesmo assim, lá de fora, eu senti realmente um cheiro muito forte e desagradável. Imaginei que fosse realmente o fenol."

Foto: Reprodução: Redes Sociais

Aproximadamente 50 minutos depois, Marcelo retornou à sala e relatou que Henrique reclamou de "muita dor, queimação e ardência" durante o procedimento. "Ele estava tremendo demais, tremendo muito. Parecia estar muito nervoso."

"Continuamos juntos ali, conversando, e do nada ele apertou o meu braço, arregalou o olho, já travou a respiração, ficou sufocado e apagou", completou. 

'Ela não sabia o que fazer'

Nesse momento, Marcelo afirmou que Natália e as assistentes entraram na sala, mas que tanto a esteticista quanto a clínica não tinham suporte e assistência para lidar com situações de emergência. "Ela estava bastante nervosa, sem preparo nenhum. Ela não sabia o que fazer."

Quando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou, Marcelo afirmou que o namorado já estava sem batimento cardíaco. "Ele já não tinha mais nem batimento e nem pulsação."

Ele contou também que, quando o SAMU chegou, Natália não estava mais no local. Além disso, a perícia não encontrou o frasco de fenol utilizado no procedimento. " Ela evaporou e o frasco de fenol também desapareceu da clínica". 

Procedimento simples

Marcelo contou que ambos estiveram previamente na clínica para uma consulta presencial. Na ocasião, ele destacou que Natália afirmava se tratar de um procedimento simples. 

"Várias vezes, ela enfatizou que poderia realizar [o procedimento], porque era um produto mais fraco, mais diluído. Hoje, a gente sabe que nem esteticista ela parecia ser", ressaltou. 

A Prefeitura de São Paulo, responsável pela fiscalização do funcionamento de estabelecimentos na cidade, comunicou que a Vigilância Sanitária fechou e multou o Studio Natália Becker por realizar o peeling de fenol sem autorização. Anteriormente, o local estava autorizado a realizar apenas tratamentos estéticos.

Acompanhe o programa na íntegra aqui

Terra Agora vai ao ar toda quinta-feira, às 17h, ao vivo na home do TerraYoutube e nas redes sociais do Terra.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade