PUBLICIDADE

EUA: tempestade Ida mata ao menos 10, sendo 7 em Nova York

Algumas pessoas morreram afogadas nos porões inundados de suas casas, e diversas estações de metrô da metrópole foram tomadas pela água

2 set 2021 08h38
| atualizado às 09h27
ver comentários
Publicidade
Inundações em Nova York por conta da tempestade tropical Ida
Inundações em Nova York por conta da tempestade tropical Ida
Foto: EPA / Ansa - Brasil

Pelo menos 10 pessoas morreram em inundações e tornados causados pelo rescaldo da tempestade tropical Ida no nordeste dos Estados Unidos.

A cidade de Nova York concentra o maior número de vítimas, com sete, e tanto a governadora Kathy Hochul quanto o prefeito Bill de Blasio declararam estado de emergência.

Algumas pessoas morreram afogadas nos porões inundados de suas casas, e diversas estações de metrô da metrópole foram tomadas pela água.

Homem atravessa ruas alagadas em Nova York
Homem atravessa ruas alagadas em Nova York
Foto: Danielle Parhizkaran-USA TODAY Sports / Reuters

Nova York registrou na última quarta, 1º, 80,01 milímetros de chuva em apenas 60 minutos, maior quantidade para um período tão curto já vista na cidade - um milímetro equivale a um litro de água acumulada em uma superfície de um metro quadrado.

Carros são abandonados após ficarem presos durante enchente em Nova York
Carros são abandonados após ficarem presos durante enchente em Nova York
Foto: Brendan McDermid / Reuters

Na cidade de Passaic, em Nova Jersey, o corpo de um homem de cerca de 70 anos foi encontrado dentro de um carro arrastado por uma enchente. Também foram registradas mortes nos Estados de Virgínia e Maryland.

A onda de mau tempo é provocada pelo rescaldo da tempestade tropical Ida, que já havia deixado um rastro de destruição na Louisiana, sul dos EUA, no início da semana. Dezenas de milhares de residências no estado sulista continuam sem energia elétrica.

Com o aquecimento da superfície dos oceanos devido à crise climática, eventos extremos estão se tornando cada vez mais comuns e devastadores, colocando em risco comunidades costeiras de todo o mundo.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade