PUBLICIDADE

Enviado dos EUA à Venezuela diz que autoridades negociaram para ajudar a restaurar ordem constitucional

30 abr 2019 - 19h28
Ver comentários
Publicidade

O enviado dos Estados Unidos à Venezuela, Elliott Abrams, disse nesta terça-feira que os protestos liderados pela oposição nesta terça-feira em Caracas fazem parte de um esforço mais amplo negociado com três autoridades do alto escalão do governo do presidente Nicolás Maduro para restabelecer a ordem constitucional.

Elliott Abrams
11/04/2019
REUTERS/Sergio Perez
Elliott Abrams 11/04/2019 REUTERS/Sergio Perez
Foto: Reuters

Falando a repórteres no Departamento de Estado, Abrams disse que o ministro da Defesa venezuelano, Vladimir Padrinho, o presidente da Suprema Corte, juiz Maciel Moreno, e o comandante da guarda presidencial, Ivan Rafael Honradez Dela estavam envolvidos nas negociações sobre restaurar a democracia no país.

"Têm havido algumas negociações interessantes entre venezuelanos dentro do regime e fora do regime sobre retornar à Constituição", disse Abrams. "Eles negociaram por um longo período os meios para restaurar a democracia, mas parece que hoje eles não estão indo adiante", acrescentou.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade