5 eventos ao vivo

Extremistas degolam três espiões dos EUA no Iêmen

Ação foi cometida pelo grupo Al-Qaeda na Península Arábica

1 set 2014
15h05
atualizado às 15h08
  • separator
  • 0
  • comentários

O grupo Aqap (cujo nome completo é Al-Qaeda na Península Arábica) publicou nesta segunda-feira fotos de três homens degolados, que seriam espiões dos Estados Unidos, de acordo com a imprensa iemita.

As vítimas teriam sido acusadas de fornecerem informações para que drones dos EUA abatessem alvos do Aqap. Em um desses ataques, três militantes do grupo teriam morrido. Eles teriam sido executados em Hadramaute, no Iêmen.

No último dia 9 de agosto, o grupo publicou na Internet fotos de 13 soldados iemitas degolados. Em vídeos, o grupo também tem feito apelos para extremistas se juntarem à luta. A ação do Aqap tem preocupado, nos últimos meses, o governo do Iêmen. Em meados de agosto, o grupo declarou apoio ao Estado Islâmico (EI, ex-Isis), também extremista, que tenta construir um califado entre a Síria e o Iraque através de táticas sangrentas. 

Com informações da ANSA.

Foto: Arte Terra

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade