2 eventos ao vivo

Talibãs executam 15 passageiros de um ônibus no Afeganistão

Alguns homens armados pararam o veículo e dispararam indiscriminadamente contra seus ocupantes

25 jul 2014
06h14
atualizado às 06h24
  • separator
  • comentários

Pelo menos 15 civis, entre eles três mulheres e uma criança, foram assassinados por supostos insurgentes quando viajavam em um ônibus no oeste do Afeganistão, informou nesta sexta-feira uma fonte oficial.

Alguns homens armados pararam o veículo perto da cidade de Ferozkoh, na província de Ghor, e dispararam indiscriminadamente contra seus ocupantes no final da noite de ontem, disse o porta-voz do governo regional, Abdul Hayee Khatibi, segundo a agência local "AIP".

O número de vítimas civis não para de aumentar no Afeganistão, que se prepara para a retirada das forças da Otan no final deste ano.

Oito civis morreram e outros 28 ficaram feridos ontem em um atentado a bomba em um mercado do norte do país, enquanto duas voluntárias finlandesas foram assassinadas a tiros na cidade de Herat, no oeste do país.

Além disso, 42 pessoas morreram no último dia 15 em um ataque suicida em um mercado do distrito de Orgun, na província de Paktika, no sudeste do Afeganistão, em um dos atentados mais sangrentos dos últimos anos.

Os talibãs negaram sua participação nesse ataque e o governo afegão acusou a Rede Haqqani, um grupo insurgente paquistanês que atua na fronteira entre Paquistão e Afeganistão. Nos seis primeiros meses de 2014, 1.564 civis morreram no Afeganistão, um número 17% maior do que na primeira metade de 2013, enquanto os feridos aumentaram em 28%, para 3.289.

A missão da Otan no país asiático, a Isaf, será concluída no final deste ano, mas Washington anunciou que manterá uns 9,8 mil soldados no país asiático até sua retirada total no final de 2016.

EFE   
  • separator
  • comentários
publicidade