PUBLICIDADE

Mundo

Conservadores do premiê devem sofrer derrota eleitoral pesada no Reino Unido, mostram pesquisas

19 jun 2024 - 17h39
Compartilhar
Exibir comentários

Três pesquisas de opinião previram nesta quarta-feira uma derrota recorde para o Partido Conservador, do primeiro-ministro britânico Rishi Sunak, na eleição de 4 de julho, projetando que o Partido Trabalhista conquistará confortavelmente uma grande maioria, após 14 anos na oposição.

A pesquisa do YouGov mostrou que os trabalhistas, de Keir Starmer, estão a caminho de conquistar 425 assentos parlamentares na Câmara dos Comuns do Reino Unido, com 650 membros, o maior número de sua história. A Savanta prevê 516 cadeiras para os trabalhistas, e o More in Common, 406.

O YouGov colocou os conservadores com 108 assentos, e os democratas liberais, com 67. A Savanta projetou 53 cadeiras para os conservadores e 50 para os democratas liberais. A More in Common previu 155 e 49, respectivamente.

Chris Hopkins, diretor de pesquisa política da Savanta, afirmou que sua projeção coloca os trabalhistas a caminho de uma "maioria histórica".

Essas pesquisas estão, no geral, em linha com consultas anteriores prevendo uma vitória trabalhista, mas mostram que a escala da derrota dos conservadores pode ser pior do que se pensava anteriormente.

A projeção de 108 do YouGov para os conservadores é menor em 32 cadeiras do que sua pesquisa anterior, duas semanas antes.

Tanto a Savanta quanto o YouGov projetam que o partido de Winston Churchill e Margaret Thatcher pode ficar com o menor número de assentos em seus quase 200 anos de história disputando eleições.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade