PUBLICIDADE

Mundo

Bolsonaristas comemoram vitória de Milei e Lula fala em 'trabalhar junto'

Bolsonaro, Lula e outros políticos brasileiros repercutiram o resultado das eleições argentinas neste domingo.

19 nov 2023 - 22h42
(atualizado em 20/11/2023 às 06h12)
Compartilhar
Exibir comentários
Bolsonaro comemorou vitória de Milei: 'Que esses bons ventos alcancem os Estados Unidos e o Brasil'
Bolsonaro comemorou vitória de Milei: 'Que esses bons ventos alcancem os Estados Unidos e o Brasil'
Foto: AFP / BBC News Brasil

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e seus apoiadores comemoraram nas redes sociais a vitória do economista libertário Javier Milei nas eleições presidenciais argentinas neste domingo (19/11).

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) também se manifestou às 20h40 (pelo horário de Brasília), desejando boa sorte ao novo governo e reafirmando a disposição do Brasil em "trabalhar junto com nossos irmãos argentinos". O mandatário brasileiro não citou o nome do vencedor.

O Brasil foi um tema onipresente na campanha presidencial argentina, com Milei tendo feito críticas a Lula, a quem chamou de "presidiário".

Autodefinido como "libertário", o economista é frequentemente comparado com outros políticos da direita radical, como e Bolsonaro e o ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

"Parabéns ao povo argentino pela vitória com @JMilei. A esperança volta a brilhar na América do Sul", escreveu Bolsonaro no X (antigo Twitter).

"Que esses bons ventos alcancem os Estados Unidos e o Brasil para que a honestidade, o progresso e a liberdade voltem para todos nós", completou o ex-mandatário, atualmente inelegível até 2030.

Tuíte do ex-presidente Jair Bolsonaro comemorando a vitória de Milei
Tuíte do ex-presidente Jair Bolsonaro comemorando a vitória de Milei
Foto: Reprodução/X / BBC News Brasil

O senador pelo Paraná e ex-ministro da Justiça Sergio Moro também se manifestou: "Grande vitória para América Latina. O fim do kirchnerismo na Argentina representa uma luz para todo o continente."

Damares Alves, senadora pelo Distrito Federal e ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, foi na mesma linha: "Viva a democracia! Nossa esperança é que a onda conservadora avance por todo continente!", publicou no X.

Também se manifestaram outros nomes do bolsonarismo como o governador de São Paulo, Tarcisio de Freitas (Republicanos); o deputado federal, Nikolas Ferreira (PL-MG); o senador pelo Rio Grande do Norte e ex-ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho (PL), entre outros.

Tuíte de Tarcisio de Freitas sobre a vitória de Milei
Tuíte de Tarcisio de Freitas sobre a vitória de Milei
Foto: Reprodução/X / BBC News Brasil
Tuíte de Nikolas Ferreira sobre a vitória de Milei
Tuíte de Nikolas Ferreira sobre a vitória de Milei
Foto: Reprodução/X / BBC News Brasil
Tuíte de Rogério Marinho sobre a vitória de Milei
Tuíte de Rogério Marinho sobre a vitória de Milei
Foto: Reprodução/X / BBC News Brasil

"A Argentina vive um novo período. Com o reconhecimento da derrota pelo candidato peronista, nossos vizinhos podem enxergar o nascer do sol da liberdade no horizonte", escreveu a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP), atualmente ré por porte ilegal de arma e por constrangimento ilegal com uso de arma, devido a episódio durante a campanha presidencial de 2022.

"A derrota do Foro de São Paulo nesse importante parceiro comercial e estratégico mostra que a América Latina anseia por novos rumos", completou.

Esquerda brasileira lamenta o resultado

Entre a esquerda brasileira, o tom foi de lamento com a vitória do candidato que promete colocar a Argentina sob um agenda ultraliberal.

"A eleição de Javier Milei é a repetição de uma tragédia. Será uma batalha duríssima, mas não tenho dúvidas que nossos irmãos argentinos resistirão com muito firmeza às cenas de um filme que já conhecemos aqui no Brasil", escreveu o deputado federal, Guilherme Boulos (Psol-SP), que deve concorrer à prefeitura de São Paulo no próximo ano.

Ana Estela Haddad, secretária nacional de Informação e Saúde Digital do Ministério da Saúde e esposa do ministro da Fazenda Fernando Haddad, postou apenas a frase "Milei é eleito na Argentina" e uma imagem da personagem de quadrinhos Mafalda, de Quino, chorando.

Sâmia Bonfim, deputada federal (Psol-SP), foi mais dura: "Na Argentina, foi eleito hoje o representante da extrema direita, Milei. Uma tragédia para o povo trabalhador e para todo o continente", afirmou em postagem nas redes sociais.

"A desilusão diante da política econômica anti-povo e da ausência de transformações reais deu vantagem para a demagogia e desfaçatez. Um resultado lamentável", completou Bonfim.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) optou por uma mensagem de tom sóbrio, reforçando a parceria entre os países - a Argentina é o terceiro maior parceiro comercial do Brasil, atrás apenas da China (1º) e os Estados Unidos (2º).

Tuíte de Lula sobre vitória de Milei
Tuíte de Lula sobre vitória de Milei
Foto: Reprodução/X / BBC News Brasil

A vitoria de Milei repercutiu também nos Estados Unidos, com comentário feitos por Trump e pelo bilionário Elon Musk, atual dono da rede social X.

"MAKE ARGENTINA GREAT AGAIN!", escreveu Trump na rede social Truth, criada por ele mesmo. A frase faz referência ao slogan de Trump nas eleições de 2016, "Make America great again" (Tornar a América grande de novo, em tradução livre).

Já Musk afirmou que "a prosperidade está à frente para a Argentina", em resposta a um perfil verificado que comentou a vitória de Milei.

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade