1 evento ao vivo

Bispo é afastado em Nova York por assédio a adolescente

John Jenik está sendo acusado por caso cometido "décadas atrás"

1 nov 2018
13h50
atualizado às 15h17
  • separator
  • comentários

Um bispo auxiliar de Nova York, monsenhor John Jenik, está sendo acusado de assédio sexual contra um adolescente e foi removido de suas funções.

Cúpula da Basílica de São Pedro, no Vaticano
Cúpula da Basílica de São Pedro, no Vaticano
Foto: ANSA / Ansa - Brasil

O anúncio foi feito pela própria Arquidiocese de Nova York, que diz que o caso ocorreu "décadas atrás". "O Conselho de Revisão dos Laicos concluiu que os elementos são suficientes para julgar as acusações críveis", declarou o arcebispo de Nova York, cardeal Timothy Dolan.

Esse é o episódio mais recente do escândalo de pedofilia que atinge o clero nos Estados Unidos, principalmente na Pensilvânia, onde um relatório do Ministério Público diz que a Igreja Católica encobriu centenas de casos de abusos envolvendo cerca de 300 religiosos e mais de mil vítimas.

O caso levou à renúncia do arcebispo de Washington, cardeal Donald Wuerl, acusado de ter ignorado denúncias quando trabalhava na Arquidiocese de Pittsburgh.

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade