Ásia

EUA enviam agora submarino nuclear à península da Coreia

Reuters
25 abr 2017
07h38
atualizado às 08h56
  • separator
  • 0
  • comentários

Os EUA enviaram nesta terça-feira o submarino nuclear à península da Coreia para que se some às próximas manobras com seu porta-aviões Carl Vinson, ação com a qual pretende ser uma amostra de força perante o desafio planejado por Pyongyang com seus contínuos testes de armas.

O submarino de propulsão nuclear USS Michigan chegou hoje ao porto de Busan, no sudeste da Coreia do Sul, segundo confirmou à Agência Efe um porta-voz de Defesa de Seul.

"O submarino dedicará o dia a trabalhos de provisão e logística antes de se unir às manobras que o Carl Vinson que a marinha sul-coreana prevê realizar no final de semana no Mar do Leste (nome que se a dá na Coréia ao Mar de Japão)", segundo detalhou o porta-voz.

A chegada do USS Michigan coincide com a comemoração hoje do 85° aniversário do exército norte-coreano, efeméride que Pyongyang festejou com o que poderia ser seu maior exercício de artilharia até a data, desdobrando entre 300 e 400 peças perto de sua costa oriental.

A este panorama se soma a possibilidade de o regime de Kim Jong-un realizar seu sexto teste nuclear.

Fotografias tiradas recentemente por satélite mostram atividade no centro de testes atômicos de Punggye-ri, no nordeste do país asiático, que há dez dias exibiu em um grande desfile militar o que parecem ser novo mísseis balísticos intercontinentais.

E, enquanto o presidente dos EUA, Donald Trump - cuja Administração insinuou a possibilidade de atacar de maneira preventiva a Coreia do Norte - endureceu as coisas desde sua chegada, Pyongyang não tem ficado atrás e ameaçou responder a qualquer ataque com seu arsenal atômico.

"Se os EUA e os belicistas realizarem um ataque preventivo imprudente, faremos o mais brutal dos castigos", clamou hoje mesmo um editorial do "Rodong Sinmun", principal jornal do regime.

Veja também

Xi Jinping pede a Trump contenção diante da Coreia do Norte

 

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade