PUBLICIDADE

Alemanha abre investigação para apurar ação de hackers russos

10 set 2021 19h41
| atualizado às 20h02
ver comentários
Publicidade

O Ministério Público Federal da Alemanha anunciou nesta sexta-feira (10) que abriu um inquérito para investigar os responsáveis por uma série de tentativas de ataques hackers contra a campanha eleitoral alemã.

Sessão no Parlamento da Alemanha
Sessão no Parlamento da Alemanha
Foto: EPA / Ansa - Brasil

A medida foi tomada em meio a preocupações crescentes de que a Rússia está tentando interferir na eleição do dia 26 de setembro, que determinará o sucessor da chanceler Angela Merkel.

Há meses, o grupo de hackers "Ghostwriter", com ligações aos serviços de inteligência militar da Rússia (GRU), tenta acessar e-mails privados de deputados do Bundestag e do Landestag.

As autoridades suspeitam de que membros de segurança da Rússia e dos serviços secretos militares do GRU estão por trás dos ataques, que afetaram principalmente os deputados alemães da União Democrata-Cristã (CDU), União Social-Cristã (CSU) e do Partido Social-Democrata (SPD).

Nos últimos dias, Berlim criticou explicitamente o fato de os políticos serem alvos de e-mails de phishing (roubo de informações online) e outras tentativas de obter senhas e dados pessoais.

"O governo federal está pedindo veementemente ao governo russo que pare com essas atividades cibernéticas ilegais com efeito imediato", disse um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha.

Em julho passado, o presidente dos serviços de inteligência de Berlim, Thomas Haldenwang, já havia alertado sobre o potencial envolvimento da Rússia na campanha eleitoral alemã e, em particular, sobre a possibilidade de que essa atividade de espionagem pudesse ser utilizada antes da votação de 26 de setembro para criar notícias falsas contra os candidatos.

Ansa - Brasil   
Publicidade
Publicidade